Contigo!
Busca
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Youtube Contigo!Tiktok Contigo!Spotify Contigo!
BBB / E AÍ?

Carmo Dalla Vecchia analisa atitude de Davi após polêmica: “Não dá para negar"

Carmo Dalla Vecchia analisa atitude de Davi no BBB 24 e se pronuncia após fala polêmica e preconceituosa; saiba o que ele disse

Luisa Scavone

por Luisa Scavone

lscavone_colab@caras.com.br

Publicado em 15/01/2024, às 14h19

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Carmo Dalla Vecchia analisa atitude de Davi - Reprodução/ Instagram e TV Globo
Carmo Dalla Vecchia analisa atitude de Davi - Reprodução/ Instagram e TV Globo

A fala considerada homofóbica de Davi no BBB 24 segue dando o que falar. Diversos internautas e famosos se pronunciaram e opinaram sobre a polêmica. Agora foi a vez do ator Carmo Dalla Vecchia, que fez um desabafo sincero nas redes sociais.

Por meio de seu Instagram oficial, ele compartilhou um vídeo nesta segunda-feira (15) em que reflete sobre a fala dita pelo participante do reality. Em discussão com Nizam, Davi disse: “Eu não sou viado, sou homem. Meu pai me fez homem”. A partir da polêmica gerada com esse comentário, Carmo Dalla se pronunciou.

Ele contou que, durante muito tempo, se sentiu afetado ao ouvir palavras como ‘gay’, ‘bicha’ e ‘viado’, entretanto aprendeu a ressignificar essas palavras. “Hoje eu tenho muito orgulho de dizer que eu sou viado. Eu acho que eu fiz um trabalho muito bonito, com muita ajuda, de ressignificar essas palavras para mim e dizer: ‘Não, pera, esse lixo todo que vocês me deram não é meu, é de vocês’”, começou.

Em seguida, comentou sobre o caso do BBB 24 e afirmou: “Não dá para negar que é uma expressão preconceituosa, homofóbica”. Mas o ator confessou que, mesmo com essa fala, continua torcendo por Davi. “Esse menino me parece ser um cara legal, inclusive eu torço por ele. Diante da pessoa que ele estava discutindo, inclusive, torço mais ainda por ele, porque o outro parece um macho escrot*. Mas não dá para livrar uma fala como essa do preconceito”, disse.

Ele ainda analisou: “Fico pensando, dá para ser um bom pai e ser machista? Dá? Você pode ser um bom religioso e ter preconceito racial? ‘Ah, mas ele é tão legal. ele ajuda tanto quem precisa’. Mas tem preconceito racial. Ou ter xenofobia. Dá? Para ter xenofobia e ser um bom cidadão? Será que dá?”.

Por fim, concluiu: “Acho que o ser humano é muito, né? A gente é capaz de coisas lindas e terríveis. Acho só que a gente tem que cuidar pra essa teia social que a gente vive e que nós fomos criados, recheada de preconceito, a gente tem que tomar cuidado para não magoar quem tá do lado da gente”.

Na legenda da publicação, Carmo Dalla Vecchia propôs a reflexão: “Assistindo e refletindo… O ser humano é muito! Da pra dizer: ‘Eu sou homem, não sou viado! Meu pai me fez homem’. E isso ser apenas um modo de falar que não significa que você está sendo homofóbico? Regionalismo? Tava de cabeça quente!? Você já usou essa mesma expressão? Como é isso para vocês?”.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!