Carla Perez brinca sobre retorno de 'Cinderela Baiana'

A ex-dançarina do É o Tchan! dá uma resposta à campanha de fãs que pedia que seu primeiro – e único! – filme fosse adicionado ao catálogo de serviço de streaming

Por Redação CONTIGO!

Carla Perez fala de Cinderela Baiana | <i>Crédito: Reprodução
Carla Perez fala de Cinderela Baiana | Crédito: Reprodução
A ex-dançarina do É o Tchan! e apresentadora de TV Carla Perez, 38 anos, decidiu entrar na brincadeira e responder aos internautas sobre uma campanha que pede que o filme Cinderela Baiana, de 1998, considerado um clássico trash do cinema nacional (ou um dos piores filmes já produzidos no país!), fosse adicionado ao catálogo do serviço de streaming Netflix no Brasil.

Bem-humorada, Carla fez um vídeo divulgado pelo serviço nas redes sociais, em que diz que adoraria poder colaborar, mas que o serviço não aceita filmes em VHS, a antiga fita de videocassete, e que por isso não seria possível disponibilizar o filme que ela fez no auge de sua carreira no grupo de axé baiano.

A capa do filme, de 1998

No vídeo, Carla, que é casada com o vocalista do Harmonia do Samba, Xanddy, e tem dois filhos, Camilly Victória, 14, e Victor Alexandre, 12, ainda faz uma brincadeira com sua última fala no filme, que dá uma mensagem teoricamente positiva para os espectadores, mas que se tornou motivo de piadas e memes entre os fãs (até porque é seguida por um número musical da música mais famosa do grupo baiano: Pau que Nasce Torto/Melô do É o Tchan). Assista.


21/04/2016 - 11:45

Conecte-se

Revista Contigo!
Coleção CARAS