Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Últimas / Beleza

Yasmin Brunet revela segredo para "levantada no bumbum"

Adepta de uma vida saudável, a modelo indica tratamentos que estimulam produção de colágeno

Redação Contigo! Publicado em 01/03/2019, às 20h01 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Yasmin Brunet - Reprodução/Instagram
Yasmin Brunet - Reprodução/Instagram

Em ótima forma e adepta de uma rotina saudável, Yasmin Brunet confessa que começou a perceber mudanças em seu corpo anos atrás. “Senti diferença depois dos 25! Acredito que tudo fica mais lento, a lei da gravidade começa a atuar”, diz. Hoje, aos 30 anos, ela decidiu investir em um tratamento estético para ajudar nesse processo e, com ajuda da Dra. Clarissa Rittes, dermatologista famosa por atender celebridades, fez dois procedimentos minimamente invasivos que estimulam a produção de colágeno. “Expliquei em que desejava melhorar, e, então, ela indicou o Radiesse, um bioestimulador de colágeno, associado ao Ulthera, ultrassom microfocado. Clarissa disse que meu bumbum ficaria ‘em pé’ e ajudaria na produção de colágeno que, como sabemos, diminui após os 25 anos”, conta Yasmin. “No dia da aplicação, já vi diferença, ele deu uma leve levantada (risos). Fiquei animada e mais ainda ao saber que ficará melhor com o passar dos meses. Se você malha e come bem, os resultados são fantásticos”, completa.

Segundo a dermatologista, o Radiesse é um gel biocompatível com o organismo e que, ao ser absorvido, estimula a produção de colágeno. Como resultado, ele melhora significativamente a flacidez: deixa a pele mais firme e elástica. “A técnica que usei na Yasmin e que uso em algumas pacientes é concentrar o produto nos pontos altos e de tração. É utilizada uma grande quantidade dele nas regiões que se quer maior projeção. Quando a parte superior é projetada, ela puxa a parte de baixo para cima”, explica. “O resultado é um ‘reshape’ sem produzir volume. O bumbum ficará mais redondo e bonito”, acrescenta.

“Em alguns casos ainda, associo o bioestimulador com Ulthera. Cada técnica atinge uma camada e, juntos, potencializam os resultados”, diz a dermatologista. Enquanto o bioestimulador age em uma camada mais superficial, o Ulthera consegue trabalhar na mais profunda e muscular, fazendo micropontos de coagulação que estimulam a produção de colágeno. Isto deixa o músculo mais firme. “Quando o tratamento é para a região do bumbum e o objetivo é um efeito lifting, é interessante fazer essa associação. Juntos, eles reforçam os resultados desejados. Além disso, os efeitos serão mais rápidos para o carnaval”, completa a médica.

Dra.Clarissa diz ainda que a modelo estará prevenindo o envelhecimento. “A partir dos 30 anos, o colágeno natural começa a ser mais degradado e a diminuir em quantidade. Se nesta época, é feito um boost de colágeno, estimulando a produção de uma grande quantidade dele, é como se a paciente de 30 voltasse a ter 23, 24 anos novamente.  Isso vai fazer com que ela chegue aos 40 com mais colágeno do que teria normalmente”, explica.