Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Últimas / Música

Wanessa desabafa sobre rivalidade com Sandy: 'Nós tomamos providências'

Cantora abriu o coração e falou de arrependimentos na carreira

Redação Contigo! Publicado em 29/05/2018, às 12h11 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Wanessa desabafa sobre rivalidade com Sandy
Wanessa desabafa sobre rivalidade com Sandy - Reprodução

Em bate papo com a atriz Antonia Fontenelle, a cantora Wanessa desabafou ao falar da rivalidade construída pela mídia entre ela e Sandy.

Segundo a cantora, as duas são amigas e hoje não caem mais nas armadilhas plantadas.

"Com a Sandy melhorou muito [a relação] porque a gente tomou providências e mostrou que hoje a gente tem uma relação muito legal hoje, de muita amizade. Quando eu lancei a música [Mulher Gato], a Sandy mandou um recado falando para eu não me importar com as críticas. A gente mesmo tira sarro, colocam rótulos na gente e as pessoas não tem a mínima ideia de como a gente é na nossa vida particular", disse ela.

Para Wanessa, a disputa criada entre as duas é um reflexo do preconceito. "Eu acho que isso é machismo porque só vejo mulheres sendo colocadas nisso [nessa rivalidade]. Sempre uma mulher contra a outra e vamos parar com isso", pediu ela.

A cantora também relembrou o início da carreira e disse que muitas vezes se viu perdida em meio às cobranças do meio.

"Eu era muito nova, comecei com as melhores intenções. Eu sonhava desde muito pequena em cantar, estar no palco. Eu tive meu pai como referência, mas eu era muito fã de Madonna e Michael Jackson. E quando eu via o Michael transformar as pessoas, trazer amor, esta parte me encantava. Eu comecei trazendo amor, eu tinha essa vontade, falar com as meninas e com os meninos. Aí você se envolve no meio e descobre que tem um monte de coisa atrás, muitos interesses, muito dinheiro, o mercado envolvido e muitas pessoas que estão no meio e que esquecem que o principal motivo de estar ali é fazer a coisa acontecer e vira uma briga de egos. Eu me enfiei nisso", disse ela.

Sobre a curta empreitada no sertanejo, a filha de Zezé di Camargo disse que a inicivativa não foi muito bem sucedida porque o trabalho não respeitava suas características. "Quando eu comecei o trabalho sertanejo eu nem sabia que ia ser chamado assim. Eu me envolvi no meio e as pessoas foram colocando esse rótulo e eu abracei. E depois eu me arrependi. Esse rótulo não é muito bem o que eu sou", afirma.

Wanessa também falou da repercussão do single Mulher Gato, acusado de machismo nas redes sociais. Segundo ela, não era essa a intenção.

"Eu nunca vi essa música como machista. Não pensei se ia dar repercussão negativa ou positiva, mas eu sabia que era polêmica. Mas eu precisava voltar com uma escolha minha, minha responsabilidade, é divertida, diferente. Essa música eu sempre enxerguei como feminista. E quando eu falo: "eu quero isso e quero que faço assim" é eu que tô mandando", disse.