Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Últimas / Cinema

Em cartaz com o filme 'Yonlu', Thalles Cabral revela: ''Sabia que era um projeto bastante corajoso e importante''

O ator conta sua preparação para viver jovem músico brasileiro que cometeu suicídio

por Tamires Baldessin Publicado em 04/09/2018, às 12h25 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Thalles Cabral como Yonlu - Divulgação/Rodrigo Marroni
Thalles Cabral como Yonlu - Divulgação/Rodrigo Marroni

Em 26 de julho de 2006, Vinícius Gageiro Marques, mais conhecido pelo pseudônimo Yonlu, disse aos pais que planejava um churrasco para os amigos de escola e pediu a eles que deixassem a casa livre para a ocasião. Foi assim que o jovem de 16 anos, com ajuda de participantes de um fórum da internet, cometeu suicídio. O adolescente que era dotado de habilidades artísticas, que iam desde a música até a fotografia, tinha uma visão crítica da sociedade e deixou centenas de canções e sons experimentais no disco rígido de seu computador e também desenhos de sua própria autoria.

O filme ”Yonlu”, escrito e dirigido por Hique Montanari, traz de forma poética e melancólica a história de um jovem sensível com um notável talento artístico e sua dor existencial. O longa ainda é protagonizado pelo ator e músico Thalles Cabral, que ficou conhecido por interpretar o filho rebelde do personagem Felix (Matheus Solano) na novela ‘Amor a Vida’, de 2013.

Em conversa exclusiva a CONTIGO! Thalles revelou seu processo de preparação para viver o protagonista. “Primeiro eu tinha aulas de inglês para todas as cenas em que Yonlu se relaciona com os internautas, que são em inglês. Eu nunca tinha atuado em inglês, então foi bem interessante porque é bem diferente. Depois tive aulas de violão para aprender as músicas dele e tentar tocar da maneira como ele tocava. Então tive a preparação de ator e junto disso eu ainda tinha encontros com Hique (diretor e roteirista) para falarmos sobre o roteiro e a preparação de cada cena”, contou Thalles.

Questionado sobre o impacto da trajetória de Yonlu em sua vida, Thalles conta que se identificou muito com o jovem músico pelos anseios e visões artísticas do garoto. “Você saber que ele se foi tão cedo é muito desolador, porque ele tinha muito potencial. Então me impactou bastante... Acredito que saí do filme com um novo olhar em relação as coisas, como pessoa e obviamente como artista”.

Com a crescente discussão acerca de produções televisivas que romantizam o suicídio e o julgamento moral que se faz as vítimas, Thalles comentou sobre a responsabilidade de viver Yonlu: "Desde o início eu sabia que era um projeto bastante corajoso e importante e isso se estendeu ao personagem. Era um cuidado que a equipe toda tinha e essa noção de responsabilidade permeava sempre pelo set. O que tentei fazer foi interpretá-lo da maneira mais genuína possível. Não julgar a história ou criar algum estereótipo ou clichê, nem subestimar o telespectador e nem ele, tentar fazer jus ao artista que ele foi", contou ele.

Thalles ainda disse que seu contato com a história de Yonlu se deu quando ele cursava faculdade de cinema em 2012: “Conheci primeiro o trabalho musical dele e depois encontrei sua história. Não sabia que ele era brasileiro e que ainda tinha 16 anos. Lembro que fiquei bastante impressionado com o trabalho dele”. Já o contato com Hique Montanari o ator conta queocorreu quando o projeto já estava em andamento.

Além de ator, Thalles também compõe, canta e dirige seus clipes musicais. Seu trabalho mais recente foi 'Just When We Were High', protagonizado por ele e os atores Giovanna Grigio, de Malhação: Viva a Diferença e o ator do longa Beira-MarMateus Almada. Contando sobre suas influências, o jovem artista diz que é bastante visual: "Quando escrevo minhas músicas já tenho uma ideia da atmosfera e da estética que quero abordar. Minhas referencias vão desde a literatura até o cinema, e essa música foi inspirada também no livro 'Just Kids', da Patti Smith, que me arrebatou quando li.", conta ele. Na lista de maiores influências de Thalles estão os diretores David Lynch, Lars von Trier e Xavier Dolan.

'Yonlu' está em cartaz em 10 capitais brasileiras (SP, Rio, BH, PoA, Brasília, Curitiba, Salvador, Recife, Fortaleza e Manaus).

Confira o trailer do filme!