Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!

Simony fala da luta contra a síndrome do pânico: 'É terrível'

Cantora revela o motivo de não mais sobre religião e fala da síndrome do pânico

Redação Contigo! Publicado em 16/04/2019, às 15h21 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h47

Simony - Reprodução / Instagram
Simony - Reprodução / Instagram

A cantora Simony abriu o coração ao falar sobre a síndrome do pânico.

Em entrevista para Luciana Gimenez, na RedeTV!, a morena relembrou a época em que lutou contra a doença quando tinha cerca de 20 anos. Curada, ela recorda o seu sofrimento até receber o diagnóstico.

“Era algo meio que desconhecido. As pessoas achavam que era frescura, então eu sempre ia ao médico e: ‘ah, não tem nada’. Aquilo foi piorando e chegou uma hora em que eu cancelei todos os shows, dormia de mão dada com a minha mãe, larguei carro dentro de túnel várias vezes. Quando dá a crise é terrível”, afirmou ela.

Simony ainda revelou que parou de falar de religião nas redes sociais para evitar os julgamentos.

“Não quero que ninguém saiba porque depois ficam: ‘ai, porque ela faz isso se é evangélica, nossa, ela é budista e faz isso’. A religião é minha, eu que vou lá fazer, eu que vou lá pedir a Deus e ninguém precisa saber. Só eu sei da minha religião, eu e Deus”.

A entrevista vai ao ar nesta terça-feira (16) às 22h45.