Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Últimas / Não quer

Sérgio Chapelin recusa homenagem na Globo e motivo surpreende

Mal estar: Chapelin não quis aparecer ao lado de Bonner em homenagem; entenda

Redação Contigo! Publicado em 30/09/2019, às 11h05 - Atualizado às 19h42

Sérgio Chapelin recusa homenagem na Globo - Divulgação/Globo/João Cotta
Sérgio Chapelin recusa homenagem na Globo - Divulgação/Globo/João Cotta

Sérgio Chapelin abriu mão de uma homenagem e deixou todo mundo confuso.

O jornalista, recém-aposentado do Globo Repórter, recusou ser entrevistado por Pedro Bial, abrindo mão do que seria um especial do Conversa com Bial totalmente voltado para homenageá-lo e seus quase cinquenta anos na Globo.

Segundo o Notícias da TV, a Globo afirma que a recusa se deve ao fato de Chapelin "ser avesso a entrevistas". No entanto, nos bastidores, haveria outra versão: de que ele preferiria comandar o Jornal Nacional uma última vez ao lado do antigo companheiro de bancada, Cid Moreira.

Há ainda uma terceira versão. A homenagem ocorreria com participação de Cid e William Bonner, que substituiu Chapelin no Jornal Nacional lá atrás, em 1996. Segundo uma fonte do Notícias da TV, Sérgio não se dá bem com Bonner, justamente por causa da substituição.

De uma maneira ou de outra, o jornalista se despediu do Globo Repórter na última sexta-feira (27), passando a tocha para Gloria Maria e Sandra Annenberg.

“E foi com este programa que apresentei e narrei o meu último 'Globo Repórter'. A partir da próxima semana, são as jornalistas Sandra Annenberg e Gloria Maria, que vão levar o mundo para dentro da casa de vocês", disse Sérgio, com Sandra e Gloria ao lado.

Procurada, a assessoria de imprensa da Globo se posicionou sobre o tema: “Não é verdade que exista qualquer tipo de desconforto entre Sergio Chapelin e William Bonner. O único motivo de a entrevista no Conversa com Bial não ter acontecido é a discrição que sempre pautou a vida pessoal e profissional de Sergio Chapelin. Uma vez aceitando o convite do Bial, ele teria que também aceitar, por educação, os outros muito convites que a ele foram feitos. Chapelin não está na internet, não tem rede social, não é afeito a nenhum tipo de exposição. Levantar este tipo de polêmica, no momento em que ele encerra uma das mais bem sucedidas carreiras no jornalismo brasileiro, é no mínimo desrespeitoso com o grande profissional que Sergio é.”