Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!

Samara Felippo fala da separação: 'Eu vivi meu luto'

Atriz conta como superou o fim do casamento com duas filhas pequenas

Redação Contigo! Publicado em 04/04/2019, às 19h50 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Samara Felippo - Reprodução/Instagram
Samara Felippo - Reprodução/Instagram

A atriz Samara Felippo abriu o coração ao relembrar como enfrentou a separação de seu ex-marido, o jogador de basquete Leandrinho, com quem terminou o relacionamento em 2013. Nesta quinta-feira (4), ela fez um desabafo sobre a dificuldade de se encontrar novamente após o término e com duas filhas pequenas em casa, já que o divórcio aconteceu quando a caçula estava com apenas 25 dias de vida e a mais velha tinha 4 anos.

"Por que estou postando esse #TBT? Pra dizer que existe vida após separação com filhos!!! Muita mulher me procura nos directs dizendo que estão infelizes nos casamentos e não conseguem sair por causa dos filhos, ou que tem um bebezinho em casa e o marido a largou, ou até por medo de violência mesmo, seja ela física ou emocional. Nós somos fortes e nossos filhos só nos dão mais força ainda para lutar. Eu vivi meu luto, é saudável vivê-lo, mas por mim e por elas eu enterrei com todo amor o que não queria mais e renasci em busca do meu amor próprio", afirmou ela.

Então Samara revelou o que foi importante para reencontrar a si mesma na nova fase de sua vida. "Me cerquei de mulheres fortes, das pessoas que só me faziam bem, fui ler o que precisava, fui ocupar minha mente, descobri o que não queria mais pra minha vida, fui me cuidar e o principal fui ao encontro da mulher que eu sempre quis ser e me tornar a melhor versão pra minhas filhas. Na verdade fui à missão de resgatar a Samara, a mulher que sempre fui, mas eu permiti que me calassem. Ainda estou em busca de muita reeducação e aprendizado e posso dizer, não é fácil"

Por fim, a estrela incentivou as fãs a seguirem seus corações e não ficarem em casamentos falidos. "Mulheres, não fiquem em casamentos tóxicos e abusivos por causa de filhos, assim você acaba “intoxicando” eles. Ou não fiquem por medo, procurem ajuda. Eles crescerão e entenderão. Você que está me lendo, olha pra esse cara e tem certeza que é isso que vc quer? Acredito em amor e parceria, que é possível amar sem se machucar, cobrar, prender, gritar, brigar. Entrem em contato com aquela mulher esquecida dentro vocês, ela está precisando de apoio, carinho, massagem, um chopp ou um vinho e muita atenção"