Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!

Samara Felippo faz desabafo em programa de TV e chora ao contar que foi induzida a fazer cesárea

''Me senti covarde, medrosa, burra'', disse ela ao relembrar o parto das filhas

Redação Contigo! Publicado em 06/09/2019, às 10h37 - Atualizado às 10h40

Samara Felippo - Reprodução
Samara Felippo - Reprodução

Mãe de duas meninas, a atriz Samara Felippo contou em entrevista ao programa Boas Vindas, do canal a cabo GNT, sua experiência como mãe.

Sincera, ela contou que o processo da gravidez não foi fácil. "Eu detesto o processo da gravidez, pra mim foi saudável, não enjoei muito, mas tive coisas no meu corpo que me incomodaram, me privar de coisas me incomoda. E tenho certeza que isso não me faz menos mãe", disse.

Emocionada, a atriz fez um longo desabafo sobre o fato das duas filhas terem nascido após uma cesárea. Ela se arrepende.

"A maternidade pra mim é entrega, doação, demanda, amor incondicional. Eu era plenamente saudável, jovem e fui induzida a fazer duas cesáreas. O Brasil é recorde em cesáreas, é toda uma indústria enchendo a mulher de medos que não existem. Eu fico triste porque talvez eu passe por essa vida sem saber o que é um parto natural. Durante muito tempo me senti covarde, medrosa, burra e busco hoje em dia informar mulheres que elas busquem autonomia", disse.

Ao falar sobre o nascimento da primeira fiha, Alicia, ela afirmou que foi um grande aprendizado.

"Ela me ensinou a enxergar o racismo. Minha filha chegou aos sete anos pedindo para alisar os cabelos. Eu pensei: não é possível o que está acontecendo! Ela tem cabelo encaracolado, crespo", disparou.

"Era um colégio particular, só tinha gente branca ao redor. Caiu uma ficha, um meteoro na minha cabeça", contou ela.

Ao fim, a estrela ainda pediu o fim da romantização da maternidade e deu uma dica para as mães. "Seja feliz para criar crinças felizes", afirmou.

Veja: