Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!

Ronaldo Ésper diz que era gay por culpa de maldição de família

Estilista fez revelação polêmica ao explicar a origem de sua homossexualidade

Redação Contigo! Publicado em 19/12/2018, às 16h06 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Ronaldo Esper - Reprodução
Ronaldo Esper - Reprodução

O estilista Ronaldo Esper surpreendeu ao fazer uma revelação surpreendente no programa Pânico da Rádio Jovem Pan nesta quarta-feira (19).

Ele contou que deixou de ser gay e que sua homossexualidade foi resultado de uma maldição.

"Eu acho que a minha fé atual, a da Universal, eles tem várias explicações. Uma delas é que você traz isso de família, é hereditário. Eles consideram isso como uma maldição. Você pode ser amaldiçoado por alguém. Eu fui amaldiçoado por uma tia minha quando eu era criança. Eu estava me afogando", contou ele.

Ronaldo Esper disse que tem dúvidas e que nunca gostou de ser gay.

"E cientificamente não se sabe direito como isso vem. Tudo é controlável, você querendo, você deixa. Eu passei a vida toda homossexual e eu não gostava, eu gostava da farra, era uma coisa fascinante. Era inocentes, sem drogas, sem nada", disse.

Ele afirmou que procurou a Igreja Universal do Reino de Deus após não se sentir bem. "Eu fui até a igreja, fui conversando. Eu fui interpretando as coisas que eles falam e cheguei à conclusão de que era melhor me abster", encerrou ele.