Regina Duarte enfatiza apoio a Jair Bolsonaro: ''Sou chamada de fascista''

Atriz falou sobre seu apoio ao presidente e revelou não ser feminista: "Eu fui e continuo conservadora"

Redação Contigo! Publicado quinta 30 maio, 2019

Atriz falou sobre seu apoio ao presidente e revelou não ser feminista:
Regina Duarte e Jair Bolsonaro - Reprodução

Regina Duarte participou do Conversa com Bial na noite desta quarta-feira (29) e no papo com Pedro Bial esclareceu seu apoio a Jair Bolsonaro. Defensora do governo, a atriz virou alvo dos opositores do presidente. 

"Em 2002 fui chamada de terrorista e hoje sou chamada de fascista, olha que intolerância? E eu achando que vivia em uma democracia, onde tenho o direito de pensar de acordo com o que eu quero. Eu respeito todo mundo que pensa diferente de mim. Não saio xingando as pessoas por aí"

Sobre o feminismo, Regina foi enfática. "Eu nunca me declarei uma feminista, mesmo fazendo a Malu. Eu nâo acho que as coisas são por aí, acredito que há caminhos intermediários", disse, relembrando sua personagem na série Malu Mulher. "Embora tenha tido atitudes de vanguarda, eu fui e continuo conservadora. Eu só tenho medo de ficar velinha e dizer: 'Ah, esse mundo está perdido'. Não, que horror! Que horror!", acrescentou. 

Em suas redes sociais, Regina exalta Bolsonaro e já defendeu a extinção do Supremo Tribunal Federal, aderiu à campanha pelo voto aberto para a presidência do Senado Federal e garantiu que comentários homofóbicos de Bolsonaro são "da boca para fora"

 

Último acesso: 31 Oct 2020 - 04:58:53 (1064091).