Regina Casé recebe homenagem emocionante da filha, Benedita

Filha faz elogios para a mãe ao destacar o que aprendeu com ela

Redação Contigo! Publicado segunda 25 fevereiro, 2019

Filha faz elogios para a mãe ao destacar o que aprendeu com ela
Regina Casé e a filha, Benedita - Reprodução / Instagram

A apresentadora Regina Casé ganhou uma linda homenagem de sua filha, Benedita, no dia em que completou 65 anos de idade. Nas redes sociais, a jovem mostrou uma foto com a mãe no dia do batizado do neto, Brás, e destacou os ensinamentos que recebeu dela ao longo de sua vida. 

"Ela me ensinou e me ensina tanta coisa, que não dá pra explicar o que significa ser filha dela. Ela me ensina tudo. Me ensinou desde pequena os nomes e características de quase todas as árvores. Ela fala com tanto amor que parece que é parente das árvores. Minha mãe me ensina a fazer os embrulhos de presente mais caprichados do mundo, que nem os da minha avó. Quando chega de viagem, me mostra as 900 fotos que tirou na casa de cada pessoa que conheceu por lá, sempre repetindo: “você tinha que estar lá, você não viu isso…” era sempre como não valesse o momento se eu não estivesse! Mas mais do que tudo isso, ela me ensina a viver da maneira mais intensa possível. Me ensina como sempre olhar as coisas pelo lado positivo por mais difíceis que sejam. Me ensina a não sofrer por antecipação. Me ensina que timidez tem limite quando beira a falta de educação e me ensinou o valor da diversidade desde sempre, muito antes de qualquer coisa"

"Me ensinou o significado da palavra preconceito ainda quando era criança e depois da explicação que ela deu, eu me perguntei: “ué então essas pessoas não gostam dos nossos amigos?”. Graças a ela eu cresci perto das árvores e perto de quem é diferente de mim. Esse talvez seja o maior ensinamento de todos que carrego para minha vida toda e passo para o meu filho: Saber amar quem é diferente da gente. Amar quem é igual a gente é fácil, difícil é amar o diferente. Quem não usa a mesma roupa, o mesmo cabelo, mora no mesmo bairro, frequenta os mesmos lugares..."

"Ela me ensina a fazer tortillas de batata e pavê de biscoito com doce de leite mas também me ensina a fazer amizades, que parece simples mas não é. Cultivar uma amizade e um relacionamento requer trabalho e “manutenção “ e isso ela sabe fazer muito bem. Ela também me ensinou a sempre duvidar do não. Quando disseram várias vezes que não era possível, ela lutou e provou que era sim possível. Obrigada por tudo que você fez por mim desde o momento em que eu nasci. Obrigada por me fazer enxergar para além da bolha. Somos uma coisa só. Minha professora, botânica, antropóloga, pesquisadora, leitora, festeira, conselheira, vidente, protetora, melhor amiga e mãe. Eu te amo"

Último acesso: 08 Jul 2020 - 05:12:21 (1054553).