Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!

Rebeca Abravanel quebra silêncio sobre polêmica do pai, Silvio Santos: ''Muito controverso''

Filha de Silvio Santos justificou discrição após polêmica em programa de TV

Redação Contigo! Publicado em 20/11/2018, às 11h36 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Rebeca Abravanel - Reprodução
Rebeca Abravanel - Reprodução

A apresentadora Rebeca Abravanel falou abertamente sobre a polêmica em que o pai, o apresentador Silvio Santos, se envolveu após o Teleton.

Em entrevista ao canal do Youtuber Caio Fisher, ela contou que resolveu ficar em silêncio porque a situação estava muito extrema.

"Foi tanta polêmica que acho melhor não comentar. Foi tanta poeira… Tá tudo muito controverso, as pessoas brigando nas redes sociais. É muita discussão, muita briga. Nem uso rede social por causa disso. Eu não sei. Não vi meu pai desde que aconteceu", disse ela.

Questionada se ele está acostumado com as redes sociais, ela deu sua opinião.

"Mas ele deve estar acostumado com… Não existiam redes sociais antes… Mas não falei com ele. Nem na hora. Foi ao vivo. Mas não falei com ele, não", encerrou.

POLÊMICA

O episódio da polêmica aconteceu na parte ao vivo do Teleton quando Silvio fez comentários sobre o figurino e a boa forma de Claudia Leitte com palavras constrangedoras, que deixaram a artista visivelmente desconfortável no palco.

"Esse negócio de eu ficar dando abraço me excita e eu não gosto de ficar excitado", disse o apresentador. Claudia ainda tentou contornar a situação: "No sentido feliz da palavra, né? De alegria, euforia". Silvio foi ainda além "Não, é euforia não. É excitação mesmo".

Claudia desabafou sobre o momento. "A provocação vem disfarçada de piada, e as pessoas riem, porque acostumaram-se, parece-nos normal! E lá se vai a nossa vida, cheia de reflexões quanto ao que usar como artista, como empresária, como esposa, como amiga, como empregada, como patroa... como mulher. Até que horas podemos estar nas ruas? Aprendemos a nos esquivar. Fizemos concessões porque fomos educadas assim. Mas, nós que somos vítimas! “Ah, mas se estivéssemos usando outra roupa?” Definitivamente a culpa não é do que estamos usando! A culpa é dessa atitude constrangedora e de dois pesos e duas medidas. Somos livres!".