Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Últimas / Mexeu com todas!

Otávio Mesquita alfineta famosas no caso João de Deus e gera confusão

Carolina Ferraz, Alessandra Negrini e mais famosas detonaram o apresentador

Redação Contigo! Publicado em 18/12/2018, às 11h40 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Otávio Mesquita - Reprodução/Instagram
Otávio Mesquita - Reprodução/Instagram

Na segunda-feira (7), OtávioMesquita falou sobre o caso João de Deus. O médium, famoso no meio artístico, é acusado de abuso sexual por mais de 500 mulheres. Com isso, o apresentador questionou o movimento ‘Mexeu com uma, mexeu com todas’, formado por famosas, sobre a falta de engajamento contra o médium. 

“Tô com uma dúvida aqui. Meus colegas da mídia, artistas, as atrizes, apresentadoras, que se voltaram contra o Bolsonaro em diversos momentos, que se refere à sexualidade, agressão contra as mulheres, não vi nenhum depoimento até agora sobre o João de Deus – que pra mim é do capeta, João do Belzebu –, que está sendo acusado por mais de 300 mulheres. Cadê vocês? Não vi nada até agora. Cadê? Estão perdendo a credibilidade”

Com a postagem, integrantes do movimento criticaram a postura do apresentador. 

“Que oportunidade você perdeu de ficar calado. Que feio! Mas como eu bem sei que você tá surfando na onda errada, repito a dica das amigas: se informe melhor. O que pode ter acontecido é que conhecidas suas, socialites, que recebiam o cara em casa, que se orgulhavam das fotos tiradas, essas sim estão bem quietas. Repito: informe-se”, escreveu Astrid Fontenelle

“Você está desinformado, se fizer uma rápida pesquisa verá que se enganou”, postou Alessandra Negrini

“O movimento ‘Mexeu com uma, mexeu com todas’ não surgiu para defender ou atacar esse ou aquele político, é um movimento de acolhimento a mulheres vítimas de abuso. Se atualize, são mais de 500 denúncias contra o João de Deus. E nos manifestamos, sim!”, disse Carolina Ferraz

“Falamos sobre isso na semana passada. Não somos seletivas, mas creio que sua busca tem sido”, escreveu Kefera Buchmann

“Que loucura é essa que em vez de criticar o criminoso João de Deus você gasta tempo para criticar mulheres que se manifestaram e você não viu? Francamente. Que vexame!”, disse Alice Wegmann

“Todas nós postamos, todas nós estamos arrasadas e solidárias. Você poderia nos ajudar, dar voz ao que realmente importa, que é a monstruosidade da história, ao invés de gastar energia fazendo esse vídeo nos cobrando, não acha?”, questionou Fernanda Rodrigues

O movimento ganhou maior visibilidade nas últimas eleições devido a comentários do então candidato Jair Bolsonaro e, mais recentemente, aos comentários de Silvio Santos para Claudia Leitte