Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!

Morre o cantor e radialista Kid Vinil, aos 62 anos

Desde abril, o artista estava internado em coma induzido em São Paulo. A notícia foi postada pelo apresentador e amigo dele Luiz Thunderbird

Redação CONTIGO! Publicado em 19/05/2017, às 18h23 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h45

Morre o músico e radialista Kid Vinil, aos 62 anos - Fotos: Reprodução Instagram
Morre o músico e radialista Kid Vinil, aos 62 anos - Fotos: Reprodução Instagram
O cantor e radialista Kid Vinil morreu, aos 62 anos, na sexta-feira (19), em São Paulo, depois de ficar cerca de mês em coma induzido, após ter sofrido uma parada cardiorrespiratória depois de show em um clube de Conselheiro Lafaiete (MG), em 15 de abril. Antonio Carlos Senefonte, seu nome verdadeiro, teve a morte, que foi causada por complicações de um edema, anunciada pelo apresentador e amigo Luiz Thunderdird, no Twitter. "Amigos, acabei de receber a mais triste notícia de que meu amigo e professor Kid Vinil faleceu hoje a tarde. Muita tristeza!", lamentou o VJ. 

Nascido em Cedral, no interior de São Paulo, Kid Vinil fez sucesso nos anos 1980, com o grupo Magazine, que tinha vários hits bem rock'n'roll, como Sou Boy e Tic Tic Nervoso, além da interpretação de Comeu, de Caetano Veloso. Antes do estouro, porém, Kid já era reconhecido como agitador da cena punk e new wave de São Paulo, atuando como cantor do grupo punk/rockabilly Verminose. Era conhecido, também, como a enciclopédia do rock e conquistou milhares de fãs com seu jeito descolado e bem humorado de tratar a música - ele era dono de uma coleção gigantesca de discos (cerca de 10 mil CDs e 10 mil vinis) e permaneceu até os últimos dias antenado com a produção do rock internacional, que apresentava com entusiasmo de garoto em seu programa de rádio pela 89 FM de São Paulo.