Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!

Maisa Silva relembra bullying na época do ‘Pânico’: ‘‘Ficava triste’’

Apresentadora era chamada de menina monstro por coleguinhas da escola

Redação Contigo! Publicado em 17/07/2019, às 10h55 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h47

Maisa Silva - Reprodução/Instagram
Maisa Silva - Reprodução/Instagram

MaisaSilva foi a convidada desta terça-feira (16) do Provocações, da TV Cultura.

No papo com MarceloTas, a apresentadora relembrou seu crescimento na mídia e o bullying sofrido graças a uma piada feita pelo PâniconaTV

“Eu já sofri bullying, mas nunca sofri um bullying que me calou. Na época que o Pânico fazia o ‘Malisa, menina monstro’, o pessoal da minha escola já via o programa. Sabe aquela fase em que as crianças começam a ficar besteirentas? Aí, me chamavam de Malisa menina monstro. Gritavam: ‘Não encosta nela que você vai virar um monstro'. Eu ficava triste. Nesse época eu tinha uns 6, 7 anos. Ficava triste porque conhecia o pessoal do Pânico e sabia que era brincadeira, mas meus amiguinhos, não", 

Prodígio, Maisa começou a carreira com 3 anos de idade. “Não sei se o mundo é cruel com meninas prodígio. Sou super positiva. Acho que meus pais conseguiram me blindar das partes cruéis. Até hoje, nunca sofri com essa pressão. Eu me sinto muito privilegiada. É muito difícil ver as pessoas começando cedo e durando". 

A apresentadora falou também das alfinetadas que dá em SilvioSantos“Ele tem uma diferença de idade para mim. Se ele fala alguma coisa absurda, eu vou pela tangente. Não diria que estou educando, mas acho que o Silvio me escuta".