Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Últimas / Ativismo

Luisa Mell relembra início do ativismo e briga com empresas: ''Todas as portas se fecharam''

Lutando pelos direitos animais, apresentadora relata momentos dramáticos

Redação Contigo! Publicado em 05/04/2019, às 11h37 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Luisa Mell - Reprodução/Instagram
Luisa Mell - Reprodução/Instagram

Luisa Mell é reconhecida pelo seu ativismo em prol dos animais. Participando do canal de Julia Faria, Luisa relembrou o começo de seu trabalho com ativismo e relatou problemas para conseguir patrocínio.

"Brinco que começou depois de adulta. Fui gravar a primeira reportagem do Late Show na carrocinha. Capturavam os cachorros pela cidade e depois de três dias eles eram sacrificados. Na hora que entrei no corredor, lembro do olhar dos cachorros, pedindo para serem salvos. Ali eu jurei: 'Vou dedicar minha vida a mudar isso aqui'. Ali entendi que não era só uma apresentadora de televisão, que tinha uma missão"

Com a evolução de seu trabalho, Luisa descobriu empresas que praticavam maus tratos, com testes e exploração animal. "Comprei muitas brigas, não foi fácil. Quando era mais jovem, tinha uma fé inabalável, mas me dei muito mal numa época. Todas as portas se fecharam para mim. Não conseguia mais voltar para a TV, os patrocinadores me odeiam, comprei briga com Deus e o mundo"

Sem espaço na televisão, Luisa descobriu o poder da internet. "A internet era minha amiga, comecei a juntar pessoas que pensavam como eu"

Hoje em dia, o trabalho de Luisa é tão grande que ela possui o Instituto Luisa Mell, que desde 2015 luta pelos direitos animais. "É o maior orgulho da minha vida. Tem um hospital que não fica devendo para nenhum hospital particular"