Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Últimas / Revelação

Luisa Marilac detona Eliana em seu livro após encontro em programa de TV

Ela fez duras críticas contra Eliana em livro: "Nojo que sentia de mim''

Redação Contigo! Publicado em 16/05/2019, às 11h51 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h47

Luisa Marilac e Eliana - Reprodução/Instagram
Luisa Marilac e Eliana - Reprodução/Instagram

Luisa Marilac fez algumas revelações a respeito da maneira que foi tratada por Eliana.

Em seu livro, Eu, Travesti, Luisa conta vários causos que marcaram sua trajetória, desde os ataques físicos, com direito a sete facadas e incluiu interações com famosas como Eliana e Luciana Gimenez.

No caso de Eliana, o livro narra um encontro bastante negativo. Segundo a própria autora: "No ar, ela me chamou pelo meu nome, íntima, como se fôssemos amigas. Senti-me encorajada. Assim que as câmeras foram desligadas, fui até ela e disse: 'Que prazer estar do seu lado!' A mapô se travestiu de outro olhar. Mirou-me dos pés à cabeça, me deu um sorriso azedo e não retrucou a palavra. Apalpei o nojo que sentia por mim".

A participação no Programa Eliana foi em 2011, ainda no início da fama de Luisa ao surgir num vídeo que viralizou em que ela aparece numa piscina na Espanha e solta o bordão: "teve boatos que eu estava na pior".

Sobre Luciana Gimenez, no entanto, Luisa foi bastante elogiosa. "Ela gargalhou uma gargalhada de gente. Aquela gargalhada de quem se permite esquecer da fama. Mais tarde, fez caso de mim, trocamos uns pedacinhos de essência humana e ela me presenteou com roupas, bolsas e sapatos".

OUTRO LADO

Diretor do programa Eliana, Ariel Jacobowitz se pronunciou e negou veementemente o episódio.

“Como diretor do programa estou ao lado da Eliana antes, durante e após as gravações. Estava presente nessa cena e não existiu essa situação. Eliana sempre recebeu todos os convidados, famosos ou não, com muito carinho nos bastidores. Tirar fotos com todos os convidados nem sempre é possível em uma maratona de 8h de gravação, porém respeito nunca faltou”, disse ele.

AGRESSÕES

Ao mostrar uma foto com hematomas de mentira no rosto em abril – feitos com maquiagem -, Luisa abriu o coração sobre o dia em que levou sete facadas na adolescência. Na ocasião, a morena ficou com o rosto muito machucado ao ser vítima de transfobia.

“Tenho cicatrizes profundas. Meu nome é Luisa Marilac. Eu já fui vítima de transfobia. Tomei sete facadas. Uma dessas facadas perfurou o pulmão. Deformou o meu rosto. Sobrevivi por Deus. Era adolescente. Tinha acabado de chegar do interior de Minas Gerais, não devia nada a ninguém. A transfobia mata, é real”, afirmou ela.