Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Últimas / Bomba

Luana Piovani quebra o silêncio sobre suposto affair de Pedro Scooby com jornalista

Nas redes sociais, a apresentadora comentou o boato de que teria sido traída pelo surfista

Redação Contigo! Publicado em 20/09/2019, às 12h24 - Atualizado às 15h34

Pedro Scooby e Luana Piovani - Reprodução/Instagram
Pedro Scooby e Luana Piovani - Reprodução/Instagram

Luana Piovani usou as redes sociais nesta sexta-feira (20) para sair em defesa do ex-marido, Pedro Scooby.

O surfista foi apontado como suposto affair de um jornalista enquanto ainda estava casado com a apresentadora.

Ela, por sua vez, não botou fé no boato ao comentar em uma notícia no Instagram. "Tá na cara, né, gente... Tem talifã desocupado por aí. Eu já fui Geni, sei como é isso. Passa Bifão, como diz a tattoo, né? Tudo passa", escreveu ela.

Mais cedo, o próprio atleta veio à público para desmentir os rumores. No Stories do Instagram, ele disse que sequer viajou a Búzios na época sugerida no relato.

“Eu estou aqui no aeroporto esperando um voo para Nova York... Eu estava olhando o Instagram e começaram a me marcar para uma matéria. Eu fui e cliquei. Era assim: um rapaz diz que teve um caso com Pedro Scooby. E aí ele fala [que foi em] 2017, em Búzios. Aí eu nem continuei lendo a matéria, né, gente! Em 2017, eu não fui para Búzios!”, disse ele.

Então, Pedro decidiu tirar sarro do rapaz. “Como que pode ser... Devia ter dado uma pesquisadinha melhor, já que vai falar mentira. Porque ele colocou o print de uma conversa, isso aí com Photoshop todo mundo sabe que esse aí não é o primeiro caso de Photoshop de gente falando que teve conversa com os outros. Mas podia ter dado uma pesquisadinha melhor, ter colocado pelo menos um lugar que eu fui, amor. Ah, sem falar que quando eu vi a foto dele... Deixa eu te falar uma coisa, eu sou amigo dos gays mais lindos do Brasil, tá?! Ah, tem uma outra coisa que eu estava lendo, que ele coloca 'lek' na conversa e eu não escrevo 'lek' para ninguém, impossível”, concluiu ele.

Veja: