Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Últimas / Carreira solo

Lu Andrade fala de planos para era pós Rouge: "Não vou parar de cantar"

Cantora promove show intimista e fala sobre planos para carreira solo e fim prematuro do grupo

Paloma Tavares Publicado em 02/05/2019, às 11h31 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h47

Lu Andrade - Reprodução/Instagram
Lu Andrade - Reprodução/Instagram

Na ultima quarta-feira (1º) Lu Andrade, ex-integrante do grupo Rouge, realizou um encontro com seus fãs na cidade de São Paulo.

Entre músicas autorais, do Rouge e de outros cantores, a cantora dançou e cantou com os fãs, recebeu presentes e falou sobre o fim do grupo, os planos para o seu futuro e como é lidar com o público sem o restante das integrantes.

“Todo o meu público vem do Rouge, nunca fiz um trabalho solo autoral, essa é a primeira vez que eu irei tentar, mas lidar com eles sem o Rouge é algo natural, pois eles têm um amor por cada uma de nós individualmente, eu não vejo muita separação. Amor é amor”.

Sobre os planos para o futuro, Lu contou que ainda está desenvolvendo os projetos, pois não esperava que o grupo chegaria ao fim. Focada em sua carreira solo, ela conta que tem tentado compor novas canções.

“O Rouge poderia ter durado mais tempo nessa segunda fase, foi um fim prematuro, mas as coisas são como elas têm que ser, Deus acaba fazendo as coisas certas, mas eu não esperava [o fim] então eu não tinha muitos planos. Eu queria ter vivido mais, ter feito mais shows, ter gravado mais músicas com o Rouge. Mas assim que houve esse fim, só resta pensar de hoje para frente, pois eu não vou parar de cantar, é o que eu amo fazer, é a minha profissão. Meu plano é seguir cantando, compor músicas, preparar novos shows”.

Essa é a primeira vez que Lu tenta uma carreira solo, no primeiro rompimento com o grupo, a cantora acabou se isolando devido alguns traumas sofridos durante anos que esteve ao lado de Karin, Fantine, Li e Aline. E sobre um futuro retorno do grupo, ela não esconde a vontade de ter continuado, mas confessa que acha difícil acontecer.

“Eu acho que dessa vez, foi o que tinha que ser. Deus deu uma segunda chance e é muito difícil dar uma terceira. Mas a gente não sabe do futuro, quem diria que eu iria voltar para o Rouge depois de 15 anos? Então, fica nas mãos de Deus. Eu não acho que terá outra volta, mas o futuro a Deus pertence”.

O público recebeu bem a fase solo de Lu. Com o teatro lotado, eles prometeram comprar suas novas canções, ainda que elas sejam tristes.