Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!

Jeniffer Oliveira quebra o silêncio sobre caso de agressão envolvendo Douglas Sampaio

Jovem afirma que vai recorrer da decisão da justiça: 'Reconheçam que eu fui vítima, sim, de um crime'

Redação Contigo! Publicado em 13/11/2018, às 15h23 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Jeniffer Oliveira - Reprodução / Instagram
Jeniffer Oliveira - Reprodução / Instagram

A atriz Jeniffer Oliveira, que está no ar na novela Malhação – Vidas Brasileiras, da Globo, resolveu comentar sobre a decisão da justiça de inocentar o ator Douglas Sampaio após ela o acusar de tê-la agredido enquanto namoravam. Nesta terça-feira (13), ela fez um depoimento nas redes sociais sobre o assunto e mostrou decepcionada com a resolução do caso.

“Vivemos em uma sociedade machista. Talvez eu tenha sido ingênua de achar que a justiça seria feita. Que a lei estaria do meu lado, mesmo eu sendo mulher. Talvez eu tenha sido ingênua de achar que um homem que bate em mulher seria preso pelo crime que cometeu, numa realidade onde milhares de homens batem em mulheres o tempo todo e continuam soltos. A verdade é que é muito cômodo que as mulheres sejam sempre as loucas, que deliram, que distorcem", disse ela.

Jeniffer afirmou que não prestou falso testemunho e que vai provar a verdade. "É muito triste precisar me posicionar a respeito de algo que é tão óbvio: eu jamais inventaria ter vivido uma agressão, porque só pra dizer isso em voz alta, já foi preciso encarar uma exposição surreal"

A atriz contou que vai recorrer da decisão da justiça. "E que fique bem claro, para aqueles que ainda se importam: embora a polícia tenha dito que não há indícios do crime do qual fui vítima, meu advogado e eu faremos de tudo para provar que há. Agora o ministério público que vai definir isso. E eu vou, através do meu advogado, lutar até o fim para que reconheçam que eu fui vítima, sim, de um crime. Mesmo que essa não seja a primeira acusação que ele carrega nas costas, para colocar um homem cis hétero e branco na cadeia é preciso muito mais que isso".

Para finalizar, ela agradeceu pelo apoio que recebeu até aqui. "Eu percebo e agradeço de coração cada um que segue na luta, firme, comigo. Nossa sociedade tenta silenciar as mulheres e eu não me arrependo de ter usado minha voz. Não foi e nem está sendo nada fácil. Mas eu sei que cada um que tá do meu lado nesse momento, vai estar para sempre comigo. Para tudo. A vida é quem tem coragem. Seguimos em frente. Minha arma para combater as marcas que deixaram no corpo e na cabeça é muito amor”.