Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Últimas / Saudades

Gloria Perez relembra 26 anos da morte de Daniella Perez: 'Impunidade dos assassinos'

'Quanto mais o tempo passa, mais dói esse dia', disse a escritora.

Redação Contigo! Publicado em 28/12/2018, às 10h29 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Gloria Perez e Daniella Perez - Reprodução/Instagram
Gloria Perez e Daniella Perez - Reprodução/Instagram

Na sexta-feira (28), GloriaPerez relembrou os 26 anos passados do assassinato de DaniellaPerez, filha da escritora. Em post no Instagram, Gloria escreveu sobre a impunidade e mostrou uma foto da filha.

Quanto mais o tempo passa, mais dói esse dia! Fica a impunidade dos assassinos. Fica a primeira emenda popular da História do Brasil, a lei que introduziu o homicídio qualificado entre os crimes hediondos, através da campanha que, passando de mão em mão, reuniu em 3 meses apenas, numa época sem internet e sem apoio de nenhum grande órgão da imprensa, o número de assinaturas exigidas pela constituição para fazer passar uma lei proposta pelo povo". 

A aprovação pelo Senado correu riscos, com senadores bem conhecidos se esgueirando para evitar que desse quórum. Interveio o presidente da casa, Humberto Lucena, que diante da ameaça, lançou mão do recurso de urgência urgentíssima e fez passar o projeto!", finalizou. 

Aos 22 anos e com a carreira em ascensão, Daniella foi assassinada por GuilhermedePádua - seu colega de trabalho - e sua então mulher, PaulaNogueiraThomaz. Ele foi condenado a 19 anos de prisão, mas só cumpriu seis e saiu da cadeia em 1999.