Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!

Fernanda Souza conta tudo sobre as duas reduções de mama que já fez

Apresentadora conta o que achou do resultado da cirurgia plástica

Redação Contigo! Publicado em 30/11/2018, às 12h43 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Fernanda Souza - Reprodução / Instagram
Fernanda Souza - Reprodução / Instagram

A apresentadora Fernanda Souza decidiu revelar tudo sobre as duas cirurgias que fez para reduzir as mamas. Em um novo vídeo em seu canal no YouTube, ela contou que realizou o primeiro procedimento quando tinha 17 anos e o segundo por volta dos 30 anos.

“[Na primeira vez] O médico me olhou e disse que o meu corpo já tinha crescido o suficiente, não de altura, obviamente, mas para a frente. [risos] E me autorizou. Eu fiz por causa do meu problema de sempre: eu tenho a estrutura pequena. As minhas costas não são largas, são muito fininhas. Porque eu sentia dores nas costas e o sutiã marcada aqui na alça. Eu operei e melhorou muito. Com 32 anos, 15 anos depois, o seio voltou a crescer um pouco mais e eu fiquei uns dois anos querendo, mas sem coragem. Eu tenho muito medo de cirurgia e de anestesia”, contou ela.

Fernanda tomou coragem ao receber indicações das amigas sobre um cirurgião em Campinas, interior de São Paulo. “Eu entrei na consulta já falando que não ia operar. Eu tenho medo porque na primeira vez que eu fiz, tive que refazer a cicatriz, porque ficou um pouco maior do que eu queria. E ele falou que não, que hoje os pontos são internos, que a medicina evoluiu muito nos últimos tempos, que a cirurgia ia ser diferente. Acabei tomando coragem e marquei”, disse.

Hoje em dia, ela não se arrepende do procedimento. “A operação foi ótima, estou muito feliz com o resultado, ficou do tamanho que eu queria, proporcional ao meu corpo. Me deixou muito mais livre. Antes eu era presa ao sutiã, tudo tinha que usá-lo, não tinha nenhuma possibilidade de eu sair com uma blusinha de alcinha e sem sutiã. Realmente é um alívio muito grande”.

Para finalizar, Fernanda relembrou dos cuidados que teve que ter após a cirurgia. “Na época eu tive que ficar muito quietinha, não dirigi durante um mês, não abria os braços. O Thiago e a minha mãe me ajudaram muito, me levantavam para ir ao banheiro de madrugada e me davam os remédios. Usei o sutiã adequado durante um tempo. Os pontos não ficaram aparentes. Porque eu lembro que na primeira cirurgia, tinha ponto externo e eu lembro de cada ponto que foi arrancado de mim. Hoje em dia não teve isso, só tive uns dois pontos que foram caindo sozinhos. Na minha redução, desde a primeira, eu só reduzi, não tive que colocar silicone”.