Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Últimas / Escândalo

Ex-jogador de futebol dá sua opinião sobre Neymar: 'Deve ter feito alguma coisa grave'

Ex-atleta comenta acusação contra jogador e expõe vida pessoal de outros boleiros

Redação Contigo! Publicado em 03/06/2019, às 21h23 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h47

Neymar Jr - Reprodução / Instagram
Neymar Jr - Reprodução / Instagram

O ex-jogador de futebol Vampeta esbanjou sinceridade ao dar a sua opinião sobre o caso de Neymar Jr, que é acusado de estupro por uma brasileira.

Em uma conversa no programa Esporte em Discussão, da Rádio Jovem Pan, o ex-atleta confessou que é comum os jogadores levarem mulheres brasileiras para fora do país quando jogam em times estrangeiros. No entanto, ele está surpreso com a repercussão que o caso do jovem tomou.

“Tem vários caras que levam, mas o nosso menino [Neymar] deve ter feito alguma coisa muito grave. Se você juntar todos os boleiros que jogaram na Europa e colocar em uma roda para conversa, eles vão dizer: ‘O que foi que o cara fez? Porque nós sempre fizemos isso e nunca tivemos problema’”, afirmou ele.

Então Vampeta falou de seu próprio exemplo. “Eu vou ser sincero, já levei seis mulheres para Paris, Milão e Holanda, mas nunca tive problemas. É uma coisa normal atletas que jovem na Europa levarem meninas do Brasil para lá, mas anormal é sair um escândalo de estupro”.

Para finalizar, o ex-jogador abriu o jogo sobre sua opinião: “Não vou condenar o Neymar por antecipação, porque você tem que escutar o outro lado, mas acho que ele fez alguma coisa muito grave, porque [levar mulheres para o exterior] é comum entre os jogadores brasileiros”.

ENTENDA A ACUSAÇÃO

O craque Neymar Jr foi acusado formalmente de estupro por uma mulher que registrou um boletim de ocorrência nesta sexta-feira (31) na 6ª delegacia de defesa da mulher, em Santo Amaro.

Segundo apuração, ela teria conversado com um amigo do jogador e viajado para a França para conhecê-lo. Segundo a suposta vítima, ela ficou hospedada em um hotel e recebeu a visita do craque.

A vítima então conta que o jogador teria ficado agressivo e manteve relação sexual sem consentimento. Abalada emocionalmente, ela voltou ao Brasil dois dias depois do ocorrido, em 17 de maio, mas só agora resolveu se pronunciar pois estava psicologicamente abalada.

Até o momento, o craque não se pronunciou oficialmente sobre o tema.

Neymar está se preparando neste momento para a Copa América.