Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Últimas / Música

Eduardo Costa abre o coração e detona comportamento da ex em disputa judicial: ''Acho mesquinho''

Cantor falou abertamente sobre o valor da pensão e justificou revolta

Redação Contigo! Publicado em 26/10/2018, às 11h06 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Eduardo Costa - Reprodução
Eduardo Costa - Reprodução

O cantor Eduardo Costa voltou a fazer um desabafo sobre o imbróglio judicial em que está envolvido com a ex-mulher.

Em uma transmissão ao vivo com o amigo Sandro Rocha, ele falou abertamente sobre o tema e contou que acredita que o valor é suficiente para manter uma adolescente. "É uma pensão de 10 mil reais para a minha filha e eu pago o plano de saúde que é junto com o meu, dá onze mil ao mês. Ela é uma pessoa desestruturada", disse ele.

Segundo o cantor, tudo poderia ter sido resolvido sem que o caso se tornasse público.

"Primeiro eu acho que tem coisas que é pra justiça. E muita gente ficou me julgando. E eu quero dizer para as pessoas que eu trabalho pra manter uma empresa funcionando. São mais de cem funcionários. Quando uma pessoa me leva em um programa de TV para expor minha vida pessoal, ela não quer uma coisa boa", contou ele.

Segundo o cantor, a exposição negativa pode prejudicar decisivamente seus negócios, influenciando inclusive na relação com a filha.

"Se minha carreira acaba, a pensão que era dez mil, vai cair para mil e colocar minha filha contra mim. Eu acho isso mesquinho, nós estamos numa época em que as pessoas não ouvem o outro lado. Quando você faz um filho, eu não fiz sozinho, eu namorei, foi uma filha feita de comum acordo, tem que ser tratada pelos dois, temos obrigação igual", disse ele.

"É uma judiação, não comigo, mas com minha filha e com as famílias envolvidas", completou.

OUTRO LADO

Na tarde de quarta-feira (24), LíliaAraújo revelou em entrevista para Sonia Abrão a relação entre ela e Eduardo Costa. Os dois são pais de Maria Eduarda, de 11 anos. Recentemente, a polêmica foi envolvendo o despejo das duas do apartamento em que moravam pela falta de pagamento, no ocorrido ela revelou que o valor da pensão paga pelo cantor era insuficiente e não supriria as necessidades da menina.

Sonia questionou a possibilidade de Maria Eduarda ir morar com o pai, mas a mãe foi categórica ao afirmar que Eduardo é ausente e menina não seria bem tratada na casa do cantor. “Morar com ele é inviável porque ele é muito ausente. Acho desnecessário. Ela só é tratada bem na presença dele, mas quando ele não está ela não é tratada assim. Ela sempre reclama que comigo porque quando ele sai o tratamento é diferente”

Lília e Eduardo se relacionaram por quatro anos e durante o relacionamento ela afirmou que o cantor ordenou que ela largasse o trabalho e faculdade. “Ele me mandou pedir as contas para cuidar apenas dela e eu larguei. Mas um conselho que eu dou: Mulher, não largue o trabalho por causa de homem. Ele não tem gratidão por ter largado faculdade e trabalho. Ele nem pediu, ele exigiu. Foram situações constrangedoras pra mim”

“Eu trabalho muito, sou muito valente, acordo 5h30 e é a maior correria. Sou mãe, motorista, babá, professora particular”, continuou. “Não convivo mais com ele, não aguentei mais a pressão. É complicado. Ele explode por pouca coisa, aguentei por quatro anos e tem uma hora que não dá mais”

Ela continuou dizendo que os que convivem com Eduardo criam um afastamento entre ele e a filha. “As pessoas que trabalham com ele não me apoiam, nas minhas costas devem falar absurdos. Se puderem eles afastam a filha. Se puderem afastar o máximo da filha, afastam. Eles blindam ele para ficar longe da filha e da família”

Ela encerrou dizendo o que está pedindo do cantor na justiça. “O mesmo valor. Não tô pleiteando um aumento, queria só que ele colocasse o imóvel no nome dela, pra não ter preocupação com o futuro, onde morar. Se colocasse no nome dela eu já estaria tranquila, porque já seria uma renda extra”.