Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!

Chimbinha não participará de próximos shows com a banda Calypso

Em comunicado, o guitarrista conta que teme ser atacado nas próximas apresentações

Redação CONTIGO! Publicado em 07/10/2015, às 16h23 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h44

Joelma e Chimbinha - Divulgação
Joelma e Chimbinha - Divulgação

Nesta quarta-feira (7), Chimbinha divulgou um comunicado informando que não irá se apresentar nos próximos shows da Banda Calypso, agendados para o próximo fim de semana, por conta do ocorrido no último sábado (3), em Teresina, quando ele deixou o palco sob vaias do público. Na mesma ocasião, Juquinha, o baterista da banda, teria sido atingido por um objeto lançado ao palco e acabou pedindo demissão da banda na segunda-feira (5). Ao que tudo indica, as apresentações marcadas em Santo Antônio do Descoberto, em Goiás, no dia 9 e em Brasília, no dia 11, deverão ser feitas somente por Joelma, ex-mulher do guitarrista. 
O músico se posicionou sobre a situação. "Não vou colocar em risco a vida de quem me acompanha há muitos anos, seja ele músico, road, motorista, produtor, figurinista, um fã e até mesmo minha ex-esposa. A situação em Teresina poderia ter tido um final trágico e eu não quero isso nem pro meu pior inimigo, quanto mais para pessoas que eu repeito. Quem quiser brincar com esta situação que brinque, mas quem me conhece sabe do meu profissionalismo e responsabilidade; não farei isso", disse ele.
Chimbinha afirmou ainda que as agressões não interferem em seu profissionalismo e que ele busca se fortalecer espiritualmente. "Cheguei até aqui com muito trabalho e dedicação. Estou acostumado a recomeçar, sempre com dignidade e respeito ao próximo desde quando era apenas um adolescente com uma guitarra surrada e que tocava nos subúrbios de Belém. Vou fortalecer meus vínculos com os verdadeiros fãs da Calypso e eles serão presenteados com projetos de qualidade que vão tirar seu fôlego com tantas novidades".
Para ele, o único constrangimento é o de não poder subir ao palco para tocar. "Não estou de cabeça baixa como muitos pensam. Estou é pensativo. Como disse anteriormente: o tempo de chorar já passou. Quem vive de tristeza, merece a tristeza. Eu quero é ser feliz e voltar a produzir para quem realmente ama meu trabalho e minha pessoa", afirmou.
Chimbinha ainda aproveita o comunicado para pedir desculpas aos fãs pela ausência nos shows em Goiás e Brasília: "Não se preocupem: a gente se reencontra em breve. Ainda falta muito tempo para que alguém faça a minha guitarra calar. Amo cada um desses fãs que respeitam a Calypso e sua história".