Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!

Bola do ‘Pânico’ revela pior momento na atração: ‘‘Achei que ia para o saco’’

No ‘The Noite’, apresentador relembrou situação complicada

Redação Contigo! Publicado em 02/05/2019, às 11h18 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h47

Marcos Chiesa, o Bola, e Danilo Gentili - Reprodução/Twitter
Marcos Chiesa, o Bola, e Danilo Gentili - Reprodução/Twitter

MarcosChiesa, o Bola do Pânico, participou do TheNoite na noite desta quarta-feira (01) e no papo com DaniloGentili falou sobre sua participação no humorístico e sua decisão de sair.

“Fiquei 25 anos. Cansei da mesma coisa. Eu pedi [demissão]. Queria fazer outras coisas, estou fazendo. Foi decisão minha mesmo. Nem penso em voltar. Fiquei com Síndrome do Pânico”, disse ele. 

Bola relembrou também que o Pânico começou com uma proposta diferente. “No início tinham temas, pena de morte, aborto, ia para a Paulista e conversava com as pessoas ao vivo. Passou a ir para o humor porque estávamos discutindo aborto e as pessoas ligavam pedindo ingresso para o show da Madonna. Comecei a xingar". 

O programa se tornou um hit na televisão e ficou conhecido pelas brincadeiras pesadas. Bola relembra quando foi colocado em um caixão pegando fogo. “Ali achei que eu ia para o saco. Já fiz muita barbaridade, mas esse dia". 

Mesmo com o sucesso na TV, Bola revela que sua paixão é outra. “Adoro fazer rádio. Se ganhasse em rádio o que ganha na TV, nem faria TV".