Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Últimas / Bafo!

Após detonar Neymar, Hana Khalil pode ser processada pelo craque

Declarações sobre o caso Neymar pode virar processo nas costas da ex-BBB; saiba tudo

Redação Contigo! Publicado em 05/06/2019, às 16h36 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h47

Hana Khalil - Reprodução/Instagram
Hana Khalil - Reprodução/Instagram

Após se pronunciar sobre a polêmica denúncia contra Neymar Jr,Hana Khalil pode ser processada pelo craque. 

"Nosso departamento jurídico já foi acionado e está analisando a situação", informou a assessoria de comunicação do jogador. 

A ex-BBB, que havia chamado o artilheiro de estuprador, falou sobre o assunto. 

Confira:

"A minha posição nos Stories sobre o assunto não é vontade de atingir o Neymar de um modo pessoal (por que eu faria isso?). E sim uma necessidade como mulher ativista pelos direitos das mulheres de me posicionar contra uma cultura. 

Entendo que a palavra estuprador assusta, porém ela agrupa não só o estupro propriamente dito de penetração forçada e sexo, mas comportamentos masculinos e padrões que amplificam e reverberam na cultura do estupro sobre as mulheres que são vítimas disso diariamente e cada dia se tornam mais vulneráveis pelo descaso da sociedade quanto a isso, como foi visto com as piadas das redes sociais em relação a um assunto tão peculiar como esse. 

"A minha denúncia tem um contexto social enorme que se refere não ao Neymar como um caso isolado, mas de uma cultura que é silenciada em diversos casos não só no esporte, mas em outras áreas onde o estupro, a agressão, a violência verbal e física masculina são abafados e tratados com descaso. 

Não descartei a inocência do Neymar sobre o estupro, até porque não acabou o processo. Mas dentro de uma atmosfera dessa cultura do estupro e de exploração masculina, ele reproduziu elementos decepcionantes que fazem parte dela.

Eu cresci fã do Neymar (quem me conhece sabe a obsessão nos meus 15 anos quando ele era um menino da Vila Belmiro) e infelizmente me decepcionou como mulher ver atitudes tóxicas com outras mulheres"