Ana Hickmann revela resultado de julgamento do cunhado em caso da morte do fã

Apresentadora da Record se pronuncia sobre resultado de julgamento no caso da morte de um fã

Redação Contigo! Publicado terça 10 setembro, 2019

Apresentadora da Record se pronuncia sobre resultado de julgamento no caso da morte de um fã
Ana Hickmann e a família - Reprodução / Instagram

A apresentadora Ana Hickmann está radiante com o resultado do julgamento de seu cunhado, Gustavo Correa, no caso da morte de um fã dela.

Nesta terça-feira (10), ele passou por um novo encontro com a justiça para explicar as circunstâncias em que atirou e tirou a vida de um rapaz que invadiu o quarto de hotel em que a loira estava hospedada. Agora, a justiça determinou que ele agiu em legítima defesa.

"Meu Deus, muito obrigada! 3 a 0! Legítima defesa! Mais uma vez a justiça foi feita. Decisão dos Desembargadores. Obrigada por todos que oraram, por todos que torceram, obrigada por cada mensagem de apoio e carinho. Agradeço ao nosso advogado pelo trabalho excepcional, por ter defendido o Gustavo e por ter trazido de volta pra nossa casa a paz", disse ela. 

Na última segunda-feira (9), Ana pediu o apoio dos fãs na torcida pelo bom resultado no julgamento. "O Tribunal de Justiça de Minas Gerais amanhã à tarde vai julgar o recurso feito pelo Ministério Público contra a decisão da juíza que absolveu meu irmão e cunhado Gustavo Correa de uma injusta e absurda acusação de homicídio. Confiamos na justiça e amanhã, se Deus quiser, os desembargadores manterão a sentença absolutória, que entendeu que meu cunhado agiu em legítima defesa", afirmou ela.

Ana ainda enfatizou a sua palavra de que ele agiu para defendê-la. "Ele foi o herói da história, salvou a minha vida e da Giovana. Estamos desde 21/5/2016 vivendo um pesadelo sem fim com tudo isto, convivendo diariamente com traumas, dores, cicatrizes e fantasmas e o sofrimento do meu cunhado por ainda estar sendo acusado de homicídio, mas amanhã isto tudo vai acabar!!! Se Deus quiser, eu tenho fé. Queremos seguir em frente. Queremos por um ponto nesta página , porque apagar é impossível"

Último acesso: 20 Feb 2020 - 18:06:35 (1078051).