Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
TV / POLÊMICA!

William Waack questiona quadro mental de presidente Bolsonaro e comentário gera discussão na web

Jornalista criticou abertamente o presidente e entrou para os assuntos mais comentados nas redes sociais; veja

Redação CONTIGO! Publicado em 26/08/2021, às 11h44

William Waack detona presidente Bolsonaro e comentário gera discussão - Globo / Zé Paulo Cardeal / Divulgação
William Waack detona presidente Bolsonaro e comentário gera discussão - Globo / Zé Paulo Cardeal / Divulgação

William Waack viu seu nome parar entre os assuntos mais comentados das redes sociais logo cedo nesta quinta-feira (26) após expressar todo seu descontentamento com o presidente Jair Bolsonaro.

Sem papas na língua, o jornalista questionou a saúde mental do presidente e classificou seus apoiadores como 'fanáticos imbecilizados'.

Em um dos trechos de sua coluna no Estadão, o âncora disparou: "Bolsonaro acha que manda, mas não comanda nada a não ser fanáticos imbecilizados em redes sociais que não sabem até agora muito bem onde está o 'Palácio de Inverno' a ser tomado e ocupado. Eles são contra um monte de coisas, mas ainda aguardam uma ordem específica do 'mito' sobre em qual direção marchar e qual inimigo precisam aniquilar", começou dizendo.

A publicação viralizou e se tornou motivo de debate nas redes sociais. Alguns apoiadores do governo atacaram o comunicador pelo comentário, já outros saíram em sua defesa.

"Nunca achei que fosse defender o Wiiliam Waack aqui, mas bela coluna ele subiu hoje no Estadão", apoiou uma.

"William Waack é só mais um jornalista medíocre, bobalhão metido a esperto. [...] Foi demitido justamente pela Globo lixo. Um nada!", comentou outra.

Confira repercussão!

ALFINETADA

Mocita Fagundes chamou a atenção dos internautas nesta quarta-feira (25) após receber a segunda dose do imunizante contra o coronavírus.

A nora de Tarcísio Meira e Glória Menezes compartilhou um desabafo nas redes sociais parabenizando os profissionais de saúde e fez questão de se posicionar contra o presidente Jair Bolsonaro.