Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
TV / CRÍTICA

William Bonner crítica ataques de Bolsonaro contra jornalistas: "Se responde com insultos não cumpre seu papel"

No Altas Horas, o apresentador afirmou que, apesar das ofensas, os repórteres continuarão trabalhando com serenidade

Redação Contigo! Publicado em 27/06/2021, às 08h37

William Bonner crítica ataques de Bolsonaro contra jornalistas: "Se responde com insultos não está cumprindo seu papel" - Reprodução/Instagram
William Bonner crítica ataques de Bolsonaro contra jornalistas: "Se responde com insultos não está cumprindo seu papel" - Reprodução/Instagram

William Bonner participou do Altas Horas na na noite do último sábado (26) e fez crítica aos ataques à imprensa feitos por Jair Bolsonaro.

O apresentador do Jornal Nacional afirmou que é um direito de todo cidadão, inclusive dos jornalistas, questionar os políticos. "Se a autoridade pública manda calar a boca, se ela se recusa a responder, ou responde com impropérios e insultos, quem não está cumprindo seu papel é a autoridade pública", criticou ele.

William Bonner ainda disse que, apesar dos frequentes ataques do presidente, os jornalistas devem se manter tranquilos e não devem se alterar diante do confronto. "Mas como nós dissemos essa semana, no próprio Jornal Nacional, a respeito desse destempero da autoridade pública, cabe a todos nós seguir fazendo o nosso trabalho com a serenidade. Serenidade nós temos, e estamos com o público ao nosso lado nesse trabalho que é tão importante e fundamental à democracia".

DESABAFO

O jornalista William Bonner mandou um recado durante o Jornal Nacional desta segunda-feira (21) em que declarou apoio para a jornalista Laurene Santos, da TV Vanguarda, afiliada da TV Globo.

Ela entrevistava o presidente Jair Bolsonaro quando foi vítima de um ataque de fúria. Ele mandou a jornalista "calar a boca" e criticou duramente o jornalismo da emissora com adjetivos como "lixo" e "porco".