Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
TV / TV

Tony Gordon vence o The Voice Brasil 2019 em grande final

Tony Gordon vence o The Voice Brasil 2019 e Michel Teló se torna pentacampeão

Redação Contigo! Publicado em 03/10/2019, às 23h27 - Atualizado em 04/10/2019, às 00h00

Tony Gordon - Globo / Raquel Cunha
Tony Gordon - Globo / Raquel Cunha

O cantor Tony Gordon foi o grande campeão do The Voice Brasil, da Globo. Candidato do time Michel Teló, ele recebeu 36,62% dos votos do público na final que aconteceu nesta quinta-feira (3).

Com a vitória de Tony, Michel conquistou o título inédito de pentacampeão no programa. 

"É com muita honra que eu posso ser chamado de Tony Gordon da edição de 2019 do The Voice. A gente agradece, a gente aqui representa o bom músico, o bom cantor, todos nós, eu não estou sozinho. São todos lindos! Técnica, tudo que faz rolar a coisa aqui no palco, o cabo, tudo é muito de verdade. E a gente está aqui para passar toda essa verdade para vocês", disse ele, que tem 32 anos de carreira. 

A última noite de shows do programa começou com apresentações dos candidatos sozinhos. Ana Ruth encantou a todos ao cantar a música Pesadão, que é um sucesso de sua técnica Iza. Na sequência, Lúcia Muniz mostrou que, mesmo sendo a caçula do dia, com apenas 16 anos de idade, é uma grande cantora e entoou os versos de O Amor e o Poder. Logo depois, o público se animou com a apresentação do veterano Tony Gordon ao som de O Portão. E, para finalizar os shows sozinhos, Willian Kessley chegou com talento na música Deixa Tudo Como Tá.

Tiago Leifert comandou a grande final e, antes do programa, relembrou uma curiosidade. “Três dos finalistas (Ana Ruth, Willian Kessley e Tony Gordon) eram, originalmente, do Time Iza. Então a gente tem que respeitar e enaltecer o que ela fez na primeira temporada dela, já emplacando três pessoas na final. Acho que a Iza merece muitos elogios”, disse ele.

Veja o que os elogios dos técnicos para seus candidatos:

Iza falou de Ana Ruth: “Eu nunca consegui esconder a admiração que eu tenho por ela. Acho que a Ana é a cara do Brasil, é uma menina muito inteligente, multitalentosa e cantar também é uma das coisas que ela sabe fazer e que faz muito bem. Ela tem uma voz muito única, tem uma alegria que o público de casa gosta de ver”

Michel Teló enalteceu Tony Gordon: “Eu sou fã declarado do Tony desde o começo da competição. Ele representa aqueles que têm uma vida de batalhas, de luta, se apresentando em bares, e que não desistem do novo. Ele continuou sonhando, batalhando. E além disso é um cantor sensacional”

Ivete Sangalo se derreteu por Willian Kessley: “Ele tem uma voz impecável. É um cantor de música popular, de uma precisão, de um bom gosto, uma presença leve... Desde o início, pensei: ‘esse menino vai longe’. Ele cresceu na competição, não do ponto de vista técnico, porque já chegou pronto. Cresceu na desenvoltura para encarar o público, os técnicos, a reação das pessoas na rua. Estou muito satisfeita de ter essa figura tão talentosa no meu time”

Lulu Santos elogiou Lúcia Muniz: “Lúcia é impressionante. E temos que lembrar que ela tem apenas 16 anos. Mas a potência emocional que a voz dela carrega paralisa e, ao mesmo tempo, contagia. Ela é muito especial, muito única e canta deslumbrantemente”