Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
TV / EITA!

Sertanejo Tiago conta perrengue ao ser parado em blitz após cirurgia peniana: "O cara pegou"

Cantor contou história bizarra que viveu logo após passar pelo procedimento para aumentar o "tamanho"

Redação Contigo! Publicado em 05/08/2021, às 09h42

Sertanejo Tiago conta perrengue ao ser parado em blitz após cirurgia peniana: "O cara pegou" - Reprodução/Instagram
Sertanejo Tiago conta perrengue ao ser parado em blitz após cirurgia peniana: "O cara pegou" - Reprodução/Instagram

Em um momento divertido, o cantor sertanejo Tiago Piquilo contou que passou por uma situação inusitada enquanto partia rumo à gravação de um programa de TV.

Recém-operado nas partes íntimas, ele disse que avisou um policial ao ser parado em uma blitz para ter cuidado na revista. A revelação foi ao ar no programa The Noite, comandado por Danilo Gentili.

"Os caras falaram 'mão na cabeça'. Na hora em que o cara pegou aqui em mim eu falei: 'irmão, eu fiz uma cirurgia'. Eles reconheceram a gente, foram super educados, mas é o procedimento da polícia", brincou ele.

Ele também se defendeu das críticas que tem sofrido por ter exposto a cirurgia que fez para aumentar o tamanho do pênis. "Muita gente acha que eu falo sobre a estética como defesa para esconder alguma coisa. Mas não, se não eu não teria divulgado. Era para melhorar", garante. 

Segundo o cantor, tamanho não é documento. "É importante que as pessoas saibam que não existe um tamanho determinante para a sua felicidade, para o seu prazer ou que sempre vai agradar. Não necessariamente você ser um Kid Bengala, com todo respeito ao Kid Bengala. Nem sempre isso é sinônimo de prazer e felicidade", garantiu. 

TÉRMINO

Em julho, Tiago falou abertamente sobre o fim do romance com Tânia Mara. Ele negou que ela o tenha bloqueado nas redes sociais e disse que a cirurgia que fez em suas partes íntimas realmente foi um divisor de águas no relacionamento.

"Ela Jamais faria isso [bloquear]. Ela é tão educada, que se a gente tivesse problemas, seria outra coisa. Eu tive uma escola com ela, da paciência, do diálogo. Desde o primeiro momento da cirurgia a gente sempre conversou. Foi a primeira pessoa a saber. Quando eu cheguei em casa e contei para minha família que iria fazer essa cirurgia, vocês imaginam como foi? Falar para a minha mãe, supertradicional... Isso gerou um susto muito grande. Hoje é normal. Imagina você se relacionando com um cara e ver o eu nome envolvido em várias matérias, em fofocas, em gozação. Como que a pessoa não vai se assustar com isso? Se você aí que fosse minha namorada, não teria vergonha? Qualquer coisa que viesse da Tânia seria compreensível. Eu moro no interior de São Paulo, ela estava morando a 200 km. Pouco antes da cirurgia ela voltou para o Rio de Janeiro. E isso também foi conversado entre a gente", afirmou ele com sinceridade.