Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
TV / EMOÇÃO

Renata Vasconcellos vence o 'chefe' e faz desabafo tocante: "Serenos e vigilantes"

Após bater seu chefe na premiação do 'Domingão com Huck', jornalista não segurou a emoção; veja

Redação Contigo! Publicado em 02/01/2022, às 17h52

Renata Vasconcellos chora na TV e faz desabafo emocionante: "Serenos e vigilantes" - Reprodução/Instagram
Renata Vasconcellos chora na TV e faz desabafo emocionante: "Serenos e vigilantes" - Reprodução/Instagram

A jornalista Renata Vasconcellos comoveu os fãs ao fazer um tocante desabafo durante o Domingão com Huck deste domingo (2). Ela venceu o Melhores do Ano na categoria jornalismo.

Surpresa ao bater seu chefe, William Bonner, e a colega Maju Coutinho, ela foi às lágrimas.  

"Eu não esperava! Muito obrigada, eu confesso que é uma surpresa pra mim porque, esses gigantes. William Bonner, meu mentor, meu exemplo, o cara", afirmou ela que também elogiou a nova comandante do Fantástico.

Além de ir às lágrimas, a jornalista ainda fez uma reflexão sobre a importância dos jornalistas.

"Eu não esperava mesmo. O que eu vou dizer? Primeiro, muito obrigada, o carinho. Esses dois últimos anos foram os mais desafiadores da minha vida pessoal e profissional por tudo o que a gente tem enfrentado nessa pandemia, as dificuldades na nossa profissão. Sabe o que move a gente? É o olhar das pessoas nas ruas que diz assim: continuem o trabalho, vocês são importantes pra gente."

Ao final, ela ainda fez votos para 2022. "Às vezes nas redes sociais, só no olhar, um olhar dá força pra gente. Eu desejo que nesse próximo ano a gente cultive cada vez mais o respeito, a união, a ciência e que sigamos juntos para um ano melhor. A gente está aqui, firme e forte, serenos e vigilantes."

SE REVOLTOU

Recentemente, Natasha Dantas se revoltou nas redes sociais ao ser pressionada sobre ter filhos com William Bonner. A fisioterapeuta abriu uma caixa de perguntas para interagir com seus seguidores e ficou impressionada com a grande quantidade de cobranças em aumentar a família.

"Eu acho até engraçado o tanto de pergunta que me fazem a respeito disso [maternidade]. Fica parecendo coisa de tia, que diz assim: 'Vocês estão namorando há tanto tempo, vocês não vão casar?'. Aí você vai lá e casa. Depois vem de novo: 'Vocês tão casados há tanto, não terão filhos?'. Aí a pessoa tem um filho. E depois vem a cobrança para ter mais um filho", comentou.