tv   / Tenso

RedeTV! encara greve de jornalistas após cortes de remuneração

Emissora pode ficar sem jornalismo após decisões internas; entenda

Redação Contigo! Publicado terça 22 outubro, 2019

Emissora pode ficar sem jornalismo após decisões internas; entenda
RedeTV encara greve de jornalistas - RedeTV!

A situação está tensa na RedeTV!.

A emissora está encarando uma greve de funcionários do setor jornalístico. Segundo o Notícias da TV, a mobilização ocorre por causa de uma redução salarial que atinge os profissionais, além do corte das horas extras recebidas. Em alguns casos, as perdas financeiras passam de 40%. Embora ainda não estejam em greve de fato, a assembleia dos profissionais definiu um prazo de 48h para aguardar posicionamento da emissora.

Os salários dos repórteres e editores, após a mudança, podem ficar abaixo do piso salarial da categoria. Mesmo aqueles que participam do rodízio de apresentadores no RedeTV! News ficariam com remunerações fora do estipulado para o mercado. Além disso, os cinegrafistas também foram diretamente impactados com as mudanças: eles faziam um tipo de jornada dupla, trabalhando também como motoristas, mas estão sendo substituídos por motoristas de aplicativos.

Em setembro, foi noticiado que um grupo de funcionários teria trabalhado de graça no casamento do filho do chefão da emissora, Amilcare Dallevo Jr. Os trabalhadores de várias áreas – como marceneiros, motoristas e cabeleireiros – foram convocados para ajudar na festa, sem compromisso de serem pagos por isso. Os chefes dos departamentos falaram para os trabalhadores que não poderiam marcar compromissos nos dias do casamento, 20 e 21 de setembro, e deveriam ficar à disposição da emissora. Eles ainda revelaram que só receberam um auxílio refeição no valor de R$ 30,00.

DEMISSÕES E REDUÇÕES NO SBT

O SBT está no processo de equilibrar as contas e, por isso, está cortando drasticamente a folha de pagamento.

Segundo o Notícias da TV, a emissora de Silvio Santos iniciou neste mês de outubro uma onda de demissões que impacta todas as áreas do canal. A primeira "vítima" dos cortes foi o repórter Everton di Souza, o Fofoquito, demitido pouco antes da exibição do Fofocalizando. As decisões não partem do patrão, mas de uma empresa de consultoria que trabalha para manter o SBT no azul.

Além de demitir funcionários, o canal precisa reduzir salários de artistas que estão fora do ar atualmente. Ainda segundo o Notícias da TV, Mamma Bruschetta quase foi uma das cabeças cortadas na emissora, mas acabou salva por ordem de Silvio Santos, já que está encarando um tratamento contra a obesidade. O salário dela, no entanto, foi reduzido.

Último acesso: 31 May 2020 - 14:40:47 (1083615).