Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
TV / BASTIDORES

Record TV rebate rumores sobre prejuízo milionário na emissora: “Matéria criminosa”

Em comunicado enviado à impressa, Record TV rebate rumores e diz que irá tomar medidas judiciais; entenda

Redação Contigo! Publicado em 03/06/2022, às 20h00

Record TV rebate rumores sobre prejuízo milionário na emissora - Reprodução
Record TV rebate rumores sobre prejuízo milionário na emissora - Reprodução

Nesta sexta-feira (03), a Record TV desmentiu os rumores que estaria passando por uma crise financeira e cogitando uma demissão em massa de sues funcionários.

Após divulgação da matéria do redator Gabriel de Oliveira, do site TV Pop, que afirma que “a saúde financeira da emissora está desestabilizada”, a Record TV, através de comunicado enviado à impressa, disse que a notícia foi descrita de forma criminosa e que irá tomar medidas judiciais cabíveis.

No comunicado, a emissora diz que foi consultada apenas sobre o faturamento da empresa e que negou veemente as informações: “A Record TV vem a público esclarecer que o redator Gabriel de Oliveira, do site TV Pop, não consultou a emissora na maioria dos relatos descritos na matéria de forma criminosa”, inicia a nota.

“Fomos consultados apenas sobre o faturamento da empresa e sobre demissões. Respondemos e negamos baseado em números de conhecimento do mercado. Assim afirmamos que essas informações são falsas e atingem somente milhares de profissionais do Grupo Record que diariamente se esforçam para levar o melhor para nossa audiência. Isso exposto, iremos tomar as medidas judiciais cabíveis contra o site.”, finaliza.

Na matéria, o colunista Gabriel de Oliveira diz que o déficit financeiro já ultrapassa a casa dos R$ 50 milhões. O profissional esclareceu que a Record TV negou as informações, mas ressaltou que os funcionários estariam sendo pressionados por melhores resultados.

BASTIDORES 

Na noite desta sexta-feira (03), o apresentador Datenaperdeu a paciência com o a equipe do 'Brasil Urgente' ao vivo na Band e deu o que falar nas redes sociais.

Isso porque, após pedir para que uma equipe fosse enviada para o caso de um homem morto em Santana, na zona norte de São Paulo, ele foi completamente ignorado pelos profissionais que trabalham ao seu lado. Revoltado com a situação, ele soltou o verbo.