Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
TV / PEGOU MAL!

Público detona quadro do 'Encontro' e aponta bizarrice: "É um desrespeito"

'Cantando Notícias', quadro do 'Encontro', já existe há algum tempo, mas virou motivo de revolta nas redes sociais devido ao conteúdo desta semana

Redação Contigo! Publicado em 15/07/2022, às 12h39

Público detona quadro do 'Encontro' e aponta bizarrice: "É um desrespeito" - Reprodução/TV Globo
Público detona quadro do 'Encontro' e aponta bizarrice: "É um desrespeito" - Reprodução/TV Globo

Nesta sexta-feira (15), o Encontro foi motivo de mais uma polêmica nas redes sociais após colocar no ar mais um episódio do quadro Cantando Notícias, criado pelo cantor Edu Krieger.

A intenção era resumir as notícias mais importantes da semana em uma canção leve, mas parte do público apontou o mau gosto da direção do programa pela ideia bizarra - principalmente pelos temas pesados que foram transformados em um samba alegre.

Durante a canção, foi abordado o assassinato do ex-primeiro ministro japonês Shinzo Abe, o incêndio de um prédio no centro de São Paulo e até o flagrante de estupro contra uma mulher grávida por um médico anestesista.

"Não é possível que ninguém tenha o mínimo senso crítico pra avisar que esse quadro é um desrespeito", disparou um internauta. "Eu achei esse quadro de muito mau gosto", afirmou outro. Já uma terceira ressaltou: "Não tinha ninguém para avisar?".

Vale ressaltar que o Cantando Notícias já existia antes mesmo da reformulação do Encontro, que agora é apresentado por Patrícia Poeta.

Veja:

EITA!

A apresentadora Patrícia Poeta foi muito criticada nas redes sociais nesta sexta-feira (15) ao protagonizar mais um momento controverso com seu parceiro, Manoel Soares.

No Encontro, os dois recebiam o grupo Turma do Pagode. Enquanto a apresentadora entrevistava o grupo sobre o lançamento de um novo projeto, o colega estava na plateia conversando com uma senhora fã do grupo. Só que ele tentava a todo custo entrar na conversa e era sumariamente ignorado pela colega.