Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
TV / Azarados

Power Couple: Brenda e Matheus podem sair com menor prêmio da história

Ruins de prova, Brenda e Matheus têm prejuízo e podem sair os vencedores mais pobres do reality; entenda

Redação CONTIGO! Publicado em 30/06/2022, às 09h16

Power Couple: Brenda e Matheus podem sair com menor prêmio da história do programa - Reprodução/RecordTV
Power Couple: Brenda e Matheus podem sair com menor prêmio da história do programa - Reprodução/RecordTV

O casal vencedor do Power Couple Brasil em 2022 pode sair com o menor prêmio da história do programa.

Favoritos do público, Brenda Paixão e Matheus Sampaio dificilmente perderão o título de ganhadores da sexta temporada do reality, mas devem sair com o recorde negativo de prêmio mais baixo em dinheiro.

É que o valor embolsado pelos vencedores não é fixo: depende das dinâmicas dentro do programa. E o saldo atual do casal é de R$ 261 mil, mais de R$ 40 mil a menos que Tati Minerato e Marcelo Galatico receberam na terceira temporada, ocupando o atual recorde negativo.

Quem ganhou o maior prêmio foi Laura Keller e Jorge Souza, que venceram a primeira temporada e receberam quase R$ 700 mil. Nicole Bahls e Marcelo Bimbi ganharam quase R$ 600 mil. O que prejudica Brenda e Matheus é que eles não se saem bem nas provas.

Na atual semana, por exemplo, eles chegaram a perder quase R$ 40 mil apostando nas competições. Pelo menos o amor do público eles têm.

POLÊMICOS

Na madrugada da última sexta-feira (24), durante o Cabine de Descompressão, Pe Lanza e Anne Duarte aproveitaram a saída do Power Couple Brasil 6 para detonarem Brenda Paixão.

Durante a entrevista, o casal afirmou ter medo da rival e apontaram até um possível transtorno de personalidade.

"A gente olha para tudo aquilo e fala: 'Como que pode?'. Uma hora ela está aqui, com o dedo em riste, gritando a plenos pulmões, falando coisas horrorosas, e na outra ela já está mais tranquila e falando baixo. Isso é muito esquisito", alfinetou a morena.