Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
TV / NOVIDADES

Nome de peso da Globo, Juliana Rosa deixa canal após 20 anos e assina com Band: "Nova contratada"

A jornalista irá participar de uma série de projetos na emissora e será especialista de economia do canal

Redação Contigo! Publicado em 18/06/2021, às 09h19

Nome de peso da Globo, Juliana Rosa deixa canal após 20 anos e assina com Band: "Nova contratada"
Nome de peso da Globo, Juliana Rosa deixa canal após 20 anos e assina com Band: "Nova contratada" - Reprodução/Instagram

Juliana Rosa, um dos nomes de peso da GloboNews, deixou a emissora após 20 anos e seguindo seu caminho, acaba de assinar com a Band. 

Em nota oficial, a emissora confirmou a contratação e afirmou que a profissional estará presente em todos os canais do grupo Bandeirantes, inclusive, na rádio, abordando os temas mais atuais de economia. 

"Com trajetória de credibilidade, a jornalista Juliana Rosa é a nova contratada do Grupo Bandeirantes de Comunicação. Especialista em economia, ela fará participações na Band, BandNews TV, BandNews FM e Rádio Bandeirantes", diz o texto. 

Em suas redes sociais, Juliana também fez questão de anunciar a novidade e não escondeu que está feliz com a sua nova trajetória. 

"Venho de uma família de educadores e valorizo demais o conhecimento. Acredito que a educação é a maior ferramenta de transformação social. Estar no Grupo Bandeirantes é uma honra e uma grande oportunidade de expandir esse trabalho, ao lado de um time altamente qualificado e reconhecido". 

QUEBRA DE PROTOCOLO

Nesta quinta-feira (17), William Bonner quebrou o protocolo durante o Jornal Nacional e se pronunciou sobre os ataques que os repórteres, Pedro Figueiredo e Erick Rianelli, sofreram após declararem o seu amor. 

Lendo a nota oficial emitida pela emissora, o apresentador afirmou que a Globo condena ataques e apoia a diversidade de seus contratados. 

"A TV Globo se solidariza com Erick Rianelli e com Pedro Figueiredo, reafirma seu compromisso com a diversidade e repudia veementemente toda forma de preconceito".