Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
TV / TV

No Faustão, Patrícia Pillar faz discurso inflamado e cita bordão de resistência

Premiada, atriz reconheceu privilégios e pediu um país com mais oportunidades

Redação Contigo! Publicado em 09/12/2018, às 19h57 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Patrícia Pillar - Reprodução
Patrícia Pillar - Reprodução

Premiada com o Troféu Domingão de melhor atriz de série, Patrícia Pillar optou por um discurso político.

Sem citar nomes, ela chegou ao palco e agradeceu às atrizes que concorreram com ela, Taís Araújo e Alice Wegmann.

"A gente falou que ninguém ia soltar a mão de ninguém", disse ela citando o bordão usado pelos movimentos sociais após o resultado das eleições presidenciais.

Patrícia Pillar seguiu falando da carreira e da sua função como atriz.

"Eu passei oito meses na Paraíba. Eu gosto de gente, me interesso pelas pessoas e eu posso tentar me colocar no lugar delas. É o que me faz crescer, amar o outro, me colocar no lugar do outro. E isso tá um pouco fora de moda e não pode. É a coisa mais linda que nós temos", disse.

A atriz pediu um país em que todos possam ter oportunidades iguais. "Eu sou uma pessoa muito privilegiada, eu sei disso e acho que todos merecem e devem ter possibilidades. É nisso que eu acredito, não pensem que é fácil, mas é o amor pelas pessoas que me deixa viva."

Patrícia Pillar foi premiada pela atuação na série Onde Nascem os Fortes.