Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
TV / NA TV

No 'Encontro', Erika Januza cobra empenho real contra o racismo: ''Ele existe''

Emocionada, atriz pediu que apoio antirracista não fique restrito às redes sociais

Redação Contigo! Publicado em 03/06/2020, às 12h23 - Atualizado em 25/06/2020, às 23h14

Erika Januza assume cabelo natural e pede fim do racismo - Reprodução
Erika Januza assume cabelo natural e pede fim do racismo - Reprodução

A atriz Erika Januza surgiu emocionada no Encontro que foi ao ar nesta quarta-feira, 3.

Convidada para comentar a onda de revolta contra o racismo que ganhou o mundo, ela falou de vivência.

"É um assunto muito difícil. Eu fico realmente emocionada, porque é mais um episódio de coisas que acontecem todos os dias e as pessoas insistem em dizer que é mimimi, que racismo não existe", disse ela.

A atriz lamentou que as pessoas só enxerguem a existência do racismo quando tragédias como a morte de George Floyd acontece.

"Precisa de um acontecimento desse tamanho para que as pessoas enxerguem um pouco mais. Mas não adianta passar por um momento transitório de protesto, de postar aquilo ali e nunca mais falar do assunto. As pessoas têm que conscientizar de vez que ele existe, é real e está ali todos os dias".

TRANSIÇÃO

No palco do programa, a atriz de Amor de Mãe também contou como está seu processo de adaptação aos cabelos reais. Ela passou por uma transição capilar e agora ostenta os fios como são.

"É um momento de libertação em que a mulher realmente precisa estar preparada para passar. Não é algo que pode ser forçado ou imposto por ninguém. É uma mudança que acontece de dentro para fora", declarou.

"Eu fiquei totalmente perdida. Aos poucos, fui entendendo que essa mudança capilar foi também foi uma mudança interna. Como comecei a ver as outras pessoas e entender por que me escondia atrás de um cabelo liso".