Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
TV / GENTE?

Como assim? Namorada diz que Claudia Rodrigues a trata como homem: "Age como se eu fosse"

Em programa de TV, namorada diz que Claudia Rodrigues usa pronomes masculinos ao se referir a ela; veja

Redação Contigo! Publicado em 21/07/2022, às 09h05

Namorada diz que Claudia Rodrigues a trata como um homem: "Me trata no masculino" - Reprodução/Instagram
Namorada diz que Claudia Rodrigues a trata como um homem: "Me trata no masculino" - Reprodução/Instagram

A empresária Adriane Bonato participou do Superpop exibido na noite desta quarta-feira (20) e fez revelações curiosas sobre seu relacionamento com a atriz Claudia Rodrigues.

Ela disse que é tratada no masculino pela namorada, "como se fosse um homem". 

"Ela me trata no masculino. Me trata como ele", afirmou ao programa. 

Para a empresária, a atriz está tentando entender sua sexualidade. "Acho que ainda está caindo a ficha. Ela está se encontrando. Na cabeça dela, ela ama a Adriane que é uma mulher, mas ela age como seu eu fosse homem. Ela me chama de 'amor' e fala 'ele'. Ela me trata no masculino. Ela me trata como ele e não como ela", contou.

Na conversa com Luciana Gimenez, ela também esclareceu que o primeiro beijo entre as duas não foi planejado. "Ela me roubou um beijo e isso me assustou. Sempre fui muito recatada, me preservei. Ela me beijou em uma festa da minha família. Minha avó, com 98 anos, estava do lado. No caminho para casa, ela me falou que estava apaixonada por mim. O jeito Claudinha de ser é esse: sempre muito direta."

NEM GAY, NEM BI

Recentemente, a empresária Adriane Bonato explicou a recente declaração da atriz que disse que não se considera lésbica ou bissexual. Segundo a empresária, ela ainda está em um processo de entender a própria sexualidade. Ela disse que com o tempo a ex-Zorra Total vai compreender totalmente sua condição.

“A Claudinha não se rotula porque é um processo, tudo é um processo. Nada diferente do que milhões de pessoas que descobrem o seu grande amor numa pessoa do mesmo sexo. Acho que ela merece viver este processo para se conhecer melhor e no final entender o que está dentro dela. O que não podemos fazer é pressioná-lá, e sim aguardar para ela se entender e descobrir o que realmente a levou a se apaixonar por mim”, disse ela ao 'Em Off.