Ex-diretora da Globo detona salário na emissora: 'Ganhava muito mal'

Cininha de Paula entrega como foi trabalhar na Globo no início da carreira de diretora

Redação Contigo! Publicado terça 14 janeiro, 2020

Cininha de Paula entrega como foi trabalhar na Globo no início da carreira de diretora
Cininha de Paula entrega como foi trabalhar na Globo no início da carreira de diretora - Instagram

A diretora Cininha de Paula, que trabalhou na Globo por mais de 20 anos, abriu o jogo sobre como foi trabalhar na emissora carioca.

Ela falou sobre o salário que ganhava no início da carreira e a falta de reconhecimento nos bastidores dos programas.

“Eu ganhava muito mal. Sofri muito na TV Globo. Muito. Mas aprendi muito e agradeço muito à TV Globo, porque ela me permitiu criar meus filhos”, disse ela durante entrevista no programa Sem Frescura, do canal no YouTube Rede Rio TV.

Sobrinha de Chico Anysio, Cininha relembrou o preconceito que sofreu por ser parente de um grande nome da TV. “Eles diziam que eu era incompetente, que eu só estava ali porque era sobrinha dele. Eu dizia: ‘Francisco’. Chamava ele de Francisco para não misturar o parentesco. Eu ia para o camarim dele e falava tudo com ele”.

A diretora também contou sobre como foi dirigir os primeiros episódios do remake da Escolinha do Professor Raimundo, que tem Bruno Mazzeo no papel que foi de seu pai, Chico Anysio. “Foi horrível. De cara, foi muito ruim. Em todos os sentidos. Eu tenho que dizer a verdade. Muito doloroso. Dirigi chorando muito esses sete primeiros episódios. Chorando de emoção, de saudade, tudo”, afirmou.

Último acesso: 04 Jun 2020 - 09:18:57 (1095091).