Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
TV / DEU RUIM

Entrevista de Regina Duarte para CNN Brasil traz ''chilique'', jingle da ditadura militar e acusações

"Não era bom?", questionou Regina sobre ditadura militar em entrevista à CNN; veja

Redação CONTIGO! Publicado em 07/05/2020, às 19h04 - Atualizado em 25/06/2020, às 23h14

Regina Duarte dá chilique em entrevista para CNN Brasil
Regina Duarte dá chilique em entrevista para CNN Brasil - Reprodução/CNN Brasil

Regina Duarte protagonizou uma sequência de momentos curiosos em uma entrevista para a CNN Brasil.

A Secretária Especial de Cultura do governo Bolsonaro deu uma entrevista nesta quinta-feira (07) e acabou se tornando um dos assuntos mais comentados nas redes sociais após falar sobre a ditadura militar e se irritar ao ouvir uma mensagem da atriz Maitê Proença.

Em um dos momentos da entrevista, Regina cantou um hino da ditadura e disse ao repórter: "Não era bom?". O rapaz, um pouco sem jeito, disse: "Foi um período complicado, muitas pessoas morreram". Ela rebateu: "As pessoas sempre morreram, se a gente fala de vida, do lado tem a morte". O repórter ressaltou: "Mas teve tortura". Ela continuou: "Sempre teve, olha o Stálin", referindo-se ao ditador comunista da União Soviética.

Em outro momento, o programa exibiu um vídeo enviado por Maitê Proença pedindo o diálogo com a classe artística por parte de Regina. Enquanto a mensagem era transmitida, era possível ver Regina se debatendo na cadeira e discutindo com o repórter à sua frente. Assim que terminou, ela se mostrou irritadíssima e acustou a emissora de "desenterrar" o vídeo. "A Maitê nos enviou hoje", garantiu a apresentadora, Daniela Lima.

Regina parecia não querer ouvir. "Vocês estão desenterrando mortos, tem um cemitério nas suas costas, vocês não estão cansados? Fiquem leves", pediu. Daniela rebateu: "Não estamos desenterrando mortos, estamos enterrando. Inclusive alguns de seus colegas, secretária".

Até o momento, a atriz permanece como secretária.