Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
TV / EITA!

Em entrevista, Fátima Bernardes não gosta de insinuação sobre faltas na Globo: "Chateada"

Fátima Bernardes se irrita e rebate críticas que sofria por faltar demais na época em que comandava o 'Encontro'

Redação Contigo! Publicado em 26/07/2022, às 09h43

Em entrevista, Fátima Bernardes se irrita ao ser questionada sobre faltas na Globo: "Chateada" - Reprodução/Instagram
Em entrevista, Fátima Bernardes se irrita ao ser questionada sobre faltas na Globo: "Chateada" - Reprodução/Instagram

A apresentadora Fátima Bernardes mostrou seu incômodo nesta segunda-feira (25) com as críticas que sofria por se ausentar do Encontro

Durante entrevista ao Roda Viva, ela explicou sua faltas e disse que passou por um período turbulento que não foi respeitado. 

“Com um mês da cirurgia do câncer eu voltei. Porque era possível, eu não ia fazer nenhum tipo de esforço físico, na cirurgia do ombro, surpreendentemente eu precisei ficar seis semanas com o braço assim [enfaixado] não dava para voltar! Por outro lado, eu não posso encarar esse período como férias, para o lado emocional, eu preciso continuar podendo tirar férias”, explicou Fátima Bernardes.

Visivelmente incomodada, ela disse que não gostava das piadas e dos comentários. “Eu ficava um pouco chateada, porque alguém que trabalha há 35 anos em uma mesma empresa se não tivesse um comportamento e uma presença quase que permanente não estaria [lá]”.

Fátima Bernardes deixou claro que sempre cumpriu suas funções. “Eu sempre fui uma pessoa que teve um comprometimento muito grande com o trabalho, então, as vezes eu falo: ‘Poxa!’ mas tem muita gente chegando, nem todo mundo conhece sua história e no fundo, no fundo, as pessoas querem que você esteja ali, então vamos encarar como uma forma de carinho”, afirmou.

Veja:

MAIS REVELAÇÕES

A apresentadora Fátima Bernardes desabafou durante participação no Roda Viva exibido nesta segunda-feira (25) ao relembrar o drama que seu filho, Vinícius Bonemer, enfrenta.

Desde 2020, ele tenta evitar as ações de golpistas que descobriram o seu CPF. Os criminosos chegaram a usar os dados do estudante para requisitar o auxílio emergencial.

"Até agora a gente está lutando contra isso. Nós falamos, nós denunciamos e até agora não conseguimos terminar esse caso. Juridicamente não está resolvido", disse ela ainda surpresa.