Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
TV / Podcast

De Milton Gonçalves a Camila Pitanga: O protagonismo de negros em novelas brasileiras

Saiba mais sobre a importância da representatividade de artistas negros na teledramaturgia ao longo das décadas

Redação Publicado em 08/06/2022, às 09h33

Milton Gonçalves, em “Pecado Capital” (à esq.) e Camila Pitanga, em "Lado a Lado" (à dir.) - Divulgação / TV Globo
Milton Gonçalves, em “Pecado Capital” (à esq.) e Camila Pitanga, em "Lado a Lado" (à dir.) - Divulgação / TV Globo

Ao longo dos anos, o protagonismo de pessoas negras no universo do entretenimento como um todo tem crescido no Brasil. Contudo, em um passado nem tão distante, a presença de personagens negros de destaque em novelas e filmes era algo raro. 

Em 1975, o ator Milton Gonçalves, por exemplo, revolucionou ao interpretar um psiquiatra na primeira versão da novela “Pecado Capital”. Tal fato foi um marco para a teledramaturgia nacional, visto que atores negros até então era escalados para atuarem em papéis de empregados, motoristas ou escravos. 

Anos depois, outro grande nome da TV brasileira, Zezé Motta, inovou ao dar vida a uma arquiteta, em “Corpo a Corpo”. A novela abordava a relação amorosa da personagem com um homem branco, destacando os obstáculos enfrentados pelo casal.

Ao longo das décadas outros grandes nomes surgiram, como é o caso de Camila Pitanga. A atriz já deu vida a diversas personagens inesquecíveis, entre elas Isabel, de “Lado a Lado”. Ambientada no início do século 20, no Rio de Janeiro, a trama chegou a ganhar o Emmy Internacional de Melhor Telenovela, em 2013.

Para saber mais sobre a importância da representatividade de artistas negros na teledramaturgia, ouça o podcast abaixo da Contigo! , também disponível nas melhores plataformas de áudio. 

Por lá você fica por dentro, ainda, das principais notícias sobre o mundo dos famosos, TV, música, novelas, realitys e muito mais. Clique aqui!

Ouça o episódio: 


NOVELAS / PODCAST

Algumas vilãs, por exemplo, acabam se destacando ainda mais pela maldade e planos mirabolantes. Contudo, muitas acabam caindo nas graças do público e até mesmo virando memes. Pensando nisso, a Contigo! selecionou 10 vilãs que marcaram a história da TV brasileira. Confira aqui!