Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
TV / EITA!

Datena revela ao vivo que vidente previu sua morte: "Estou preocupado"

Datena revela ao vivo durante o 'Brasil Urgente' que recebeu alerta pelas redes sociais

Redação Contigo! Publicado em 21/06/2022, às 12h14

Datena revela ao vivo que vidente previu sua morte: "Estou preocupado" - Reprodução/Band
Datena revela ao vivo que vidente previu sua morte: "Estou preocupado" - Reprodução/Band

O apresentador José Luiz Datena desabafou durante o Brasil Urgente exibido nesta terça-feira (21) ao contar que uma vidente previu que ele vai sofrer um atentado.

Durante o programa, ele contou que tanto ele como o delegado Palumbo, vereador em São Paulo, estariam na mira da profecia. 

“O que eu estou preocupado, agora, que a vidente acertou já pela metade. O Palumbo foi numa vidente que disse que querem matar o ele e eu. Ela já acertou 50%, então, mais 50% deve pra chegar”.

Datena não deixou claro se está acreditando na previsão, mas reiterou que respeita a profissional. “Na verdade ela mandou uma mensagem pra mim pelo Instagram falando pra você tomar cuidado e eu também, porque sofreríamos um atentado. A gente escuta, a gente respeita, mas acredito em Deus”.

Ao vivo, ele seguiu desabafando e disse que não tem medo da morte. “Eu tenho medo de viver. Quer matar, pode matar. Eu saio daqui todo dia às 7h30 da noite. Acho que quem ameaça não mata, mas quem quer matar? Pode matar. Eu morro rindo, ciente que eu cumpri minha obrigação aqui na Terra”.

IRRITADO

Na noite da última sexta-feira (17), Datena voltou a detonar sua equipe ao vivo no 'Brasil Urgente' da Band. Isso porque, após se deparar com um texto mal redigido no teleprompter (aparelho em que o âncora lê na notícia para o público), o jornalista não conseguiu esconder sua insatisfação e rasgou o verbo.

"Isso aqui está muito mal escrito, hein?! Precisa prestar atenção nessas coisas antes de escrever aí porque tem muita redundância, palavra repetida. É só prestar um pouquinho de atenção. É que as vezes é tanto trabalho que as pessoas não têm tempo pra prestar atenção", reclamou Datena.