Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
TV / PROGRAMA NA GLOBO

Com situação indefinida, Fernanda Gentil revela ansiedade em grupo de mensagens: ''A gente não fica sufocando''

Volta ou não volta? Apresentadora reconhece ansiedade sobre o destino do 'Se Joga'

Redação Contigo! Publicado em 04/06/2020, às 10h06 - Atualizado em 25/06/2020, às 23h14

Fernanda Gentil revela indefinição sobre seu programa na Globo - Reprodução
Fernanda Gentil revela indefinição sobre seu programa na Globo - Reprodução

A apresentadora Fernanda Gentil voltou a falar sobre o possível fim do Se Joga, projeto seu que estreou na grade da TV Globo em setembro do ano passado.

Em entrevista para a colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo, ela contou que tudo segue indefinido e que eles tem conversado sobre os cenários possíveis em um grupo de um aplicativo de mensagens.

"Temos um grupo de WhatsApp da equipe toda do programa. A cada semana, a notícia é esta: 'Gente, vamos esperar mais um pouco, não tem ainda confirmação de quando volta'. A gente também não fica sufocando por essa resposta. O 'Se joga' saiu da grade como outros programas saíram temporariamente também", diz ela.

Segundo a jornalista, é questão de tempo até que uma decisão seja tomada - e tudo depende da segurança da equipe.

"Alguns já voltaram completamente readaptados. Então, mais importante do que saber se volta ou não, é garantir a proteção e a segurança de todos e entender como fica a vida depois. Essa é a prioridade. Dentro de uma pandemia mundial, com mais de 30 mil mortes no país, o 'Se joga' é menor que o vírus. Então, vamos esperar", declarou ela.

A apresentadora também repercutiu o início turbulento da atração.

"Desde o início do ano, havia uma expectativa. Ele demorou a ser elaborado por inúmeras questões. Você imagina que não é fácil colocar um programa dentro da grade de uma TV aberta como a Globo. Envolve muita gente, muitas decisões. Era um tempo já esperado, mas, com a ansiedade do grande público, esse tempo acaba ficando maior. Então, a expectativa aumentou e, quando a gente entrou no ar, começou a se falar sobre guerra de audiência e inimigos", disse ela.