Contigo!
Busca
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Youtube Contigo!Tiktok Contigo!Spotify Contigo!

Áudio expõe Val Marchiori pedindo perdão ao ex por erros cometidos no casamento

Em meio a acusações de violência doméstica, áudio expõe Val Marchiori pedindo perdão a Thiago Castilho por seus erros no casamento; ouça

Thiago Castilho e Val Marchiori se separaram após 4 anos juntos - Reprodução/Instagram
Thiago Castilho e Val Marchiori se separaram após 4 anos juntos - Reprodução/Instagram

Em meio a acusações de que teria sido vítima de violência doméstica, Val Marchiori pode se complicar a partir de agora na Justiça com a revelação de um áudio em que ela surge chorando e pedindo perdão a Thiago Castilho pelos erros que ela cometeu ao longo dos cinco anos de relacionamento. No arquivo, obtido com exclusividade por esta coluna, a socialite diz que irá sofrer com a separação e que não deseja nada de mal ao ex-marido.

"Não quero o seu mal, viu, Thiago? Quero o seu bem e espero que a gente termine de uma forma que você fique muito bem também. Desculpe alguma coisa, vou sofrer muito porque ainda amo você. Mas perdoe tudo o que te fiz de mal. Nunca foi meu intuito, não. E vou sofrer muito, saiba disso, tá?", diz Val na mensagem de voz --anexada ao final deste texto.

Val tem sustentado o discurso de que foi vítima de agressões durante o relacionamento e que também sofreu ameaças. Ela, inclusive, compartilhou um vídeo em que Thiago aparece chorando, visivelmente alterado, e a socialite afirmou que naquela ocasião o empresário teria atirado uma garrafa de uísque contra ela.

Mas em suas redes sociais, Castilho classificou a atitude de Val como covarde, porque no referido vídeo ele aparece chorando por conta da morte de Mimia, uma mulher que foi sua babá e trabalhou por décadas na casa de sua família, e acabou partindo após descobrir um câncer agressivo. No material é possível ouvir Thiago citando o nome de sua antiga cuidadora e pedindo perdão a ela.

Ouça abaixo o áudio em que Val lamenta o fim do casamento com Thiago e pede perdão a ele pelos erros que cometeu ao longo do casamento:

Remédios e bebida alcoólica 

À colunista Fábia Oliveira, do Portal Metrópoles, Thiago Castilho explicou o vídeo em que aparece chorando. Na última terça-feira (26) a gravação em questão chamou a atenção dos internautas, onde o empresário aparece abalado e falando coisas sem sentido: "Eu não vou conviver mais com esta merda mais que eu convivo. Besteira de vaidade. Talvez eu mereça morrer. Não fala que eu sou um ladrão. Deus me deu um anjo, pra mim, pra todo mundo. Até para você que não soube ver. Desculpa por tudo o que eu fiz, por todo mal que eu sou".

No vídeo publicado pelo portal Leo Dias, isso teria acontecido após ele supostamente jogar uma garrafa de uísque na direção da ex-companheira. Entretanto, Thiago Castilho explicou que o vídeo foi gravado após receber a notícia do falecimento de uma mulher que ele considerava como sua segunda mãe, conhecida como Mimia. 

"Um dia antes desse meu choro desesperado do vídeo, a Mimia estava no hospital morrendo, ela morreu no outro dia. Eu fiquei realmente transtornado, mas não tem nada a ver com a Val ou com violência. Isso é uma maldade muito grande (...) Isso é mais uma mentira. Como as pessoas acham que eu estou chorando por causa de um ato de violência? Agora, que é um homem descontrolado, sim, é um homem descontrolado, eu estava perdendo o amor da minha vida, que era minha mãe", esclareceu.

No último domingo (23), Val Marchiori revelou durante uma entrevista ao programa Domingo Espetacular, da Record, mais detalhes das supostas agressões que sofreu do ex-marido. O casal permaneceu junto por cinco anos e anunciou o fim do relacionamento ainda em março deste ano.

A socialite esclareceu que os problemas começaram há cerca de dois anos, quando Thiago Castilho passou a ser dependente de remédios controlados e beber demais.  "Já não conseguia dormir direito, eu tinha medo, ele ficou totalmente agressivo. [Começou] a gritar comigo na frente dos outros, ter ciúme do meu filho, me colocar em risco. Ele alterado [dirigindo o] carro a 200 [quilômetros] por hora. [Ele dizia:] 'Não tenho nada a perder'", disparou.

Durante uma viagem para Minas Gerais, Thiago Castilho teria tentado agredi-la com uma garrafa de bebida alcoólica: "Vi ali que poderia ter morrido, que ele pegou uma garrafa de uísque e poderia ter acertado na minha cabeça. Desviei e corri pra sair dali. Estava vivendo com um louco e não merecia isso", admitiu.