Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Novelas / Eita!

Pantanal: Joventino trilha caminho do encanto e se embrenha na mata: "S’embora!"

No segundo capítulo de 'Pantanal', Joventino trilha caminho do encantamento e se embrenha nas terras pantaneiras; confira

Redação Contigo! Publicado em 29/03/2022, às 17h30

No segundo capítulo de 'Pantanal', Joventino trilha caminho do encantamento e se embrenha nas terras pantaneiras; confira - Reprodução/TV Globo
No segundo capítulo de 'Pantanal', Joventino trilha caminho do encantamento e se embrenha nas terras pantaneiras; confira - Reprodução/TV Globo

Em Pantanal, o velho Joventino (Irandhir Santos) revela que vai parar com as comitivas ao lado de Zé Leôncio (Renato Góes), mas some pelas matas pantaneiras trilhando seu destino de ser encantado. Após anos à frente dos peões e ensinado tudo o que sabe para o filho, o peão seguirá sem rumo pelas matas nesse segundo capítulo.

No capítulo desta terça-feira (29), cansado da lida, Joventino dirá para o filho que chegou sua hora de parar e, com ar misterioso, antecipa o que pretende fazer. "Eu preciso seguí uma nova jornada", diz ele, deixando o peão preocupado: "Num faça isso, meu pai. O senhor sabe o risco que correu indo sozinho atráis daquele marruá."

O peão mudará o rumo da prosa, mas seguirá convicto de seus planos. "Ocê cumpriu a sua jornada, velho Joventino...E isso é bom. É... isso deve de sê bom", pensará alto o peão experiente. Joventino ainda tocará o berrante, respondendo ao chamado do filho, como uma despedida.

Sozinho em casa, Joventino vê o cavalo Ventania se agitar e imagina ser onça ou boi. Ele se anima e põe em prática seus planos, descumprindo o que prometeu ao filho. "Será que tem mais uns alongado perdido no meio desse mato? Seria bom a gente recebê meu filho de vorta c’o mais um rebanho no pasto... Num seria? Então s’embora!", dirá ele indo em direção à mata.

Joventino
Joventino (Irandhir Santos) em Pantanal - Reprodução/TV Globo

Dias se passam, Zé Leôncio volta para a fazenda satisfeito com a sua primeira comitiva, procura o pai e não o encontra. "Meu pai num tá em casa. Eu tô preocupado c’o ele, Tião. Saiu de casa sem arma, sem laço nem nada?", dirá o peão, que imagina que o pai tenha seguido sozinho.

Como de costume, Zé pegará o berrante e chamará pelo pai, que não responde. Ao lado de Quim (Chico Teixeira) e Tião (Fabio Neppo), o peão entrará na mata atrás do pai e acabam achando a sela do cavalo, apoiada em um tronco seco, e os pertences do peão. "Ele num pode tá morto. Num pode! Meu pai num era homem de se entregá fácil assim", dirá Zé, desesperado.

Os três vão voltar para a fazenda e Zé Leôncio fará uma promessa: "Eu num sei o que pode tê acontecido, mais meu coração diz que ele tá vivo. E eu vô continuá acreditâno nisso até o fim dos meus dias. Daqui pra frente eu vô saí por essas matas atrás de um marruá a cada dia, que é pra encontrá com ele!"

José Leôncio
Zé Leôncio (Renato Góes) em Pantanal - Reprodução/TV Globo

Vale ressaltar que o velho Joventino sumirá entre as matas do Pantanal e, após pouco mais de 20 anos, ele ressurgirá como o ser encantado Velho do Rio, interpretado por Osmar Padro. Ele será uma espécie de guardião nas terras pantaneiras.

MORTE

Maria Marruá (Juliana Paes) sofrerá com a morte de seu terceiro filho, Chico (Túlio Sterling), num conflito de terras. Gil (Enrique Diaz) vingará o crime ao atirar no dono da fazenda.

Gil e o filho não aceitarão a proposta que o suposto dono das terras realizou e continuarão no local. Tempo depois, os dois sairão para ajudar um vizinho, e Chico será assassinado."Ocê levô ele de mim, Gil! Ocê levô ele de mim", dirá Maria culpando o marido. 

O homem, no entanto, decidirá vingar a morte do filho e irá atrás do dono das terras, que ordenou que seus jagunços tirassem as famílias da propriedade à força. "Ocê matô o meu filho", dirá ele, com uma arma na mão.

Não perca nenhuma notícia sobre as celebridades: siga a CONTIGO! no Instagram!